person_outline



search

Movimento das Nuvens

Os tempos atuais são recheados com tecnologia e o nosso cotidiano se afoga com ela até mesmo quando estamos dormindo. Talvez por isso as crônicas atuais falem tanto sobre isso e essa não será tão diferente, pois tudo começa no Facebook.
Essa rede social, que para alguns está em decadência, ainda apresenta alguns atrativos principalmente através dos seus grupos. Eles podem ser criados por qualquer pessoa e ter os mais diversos temas como, por exemplo, receitas, carros, política, humor, cinema e por aí vai. Certo dia, em um grupo de interações humorísticas entre os membros, foi perguntado quais eram os pensamentos inocentes que os membros tinham quando criança. Diversos relatos surgiram, indo desde coisas bobas como formiga ser boa para a vista ou enterrar moedas para nascer uma árvore de dinheiro até eventos mais complexos como os noivos irem para a lua após o casamento para comer mel ou todos os frequentadores de uma academia chamada Minotauro serem monstros mitológicos.
Na hora bateu um sentimento nostálgico ao ficar lembrando do passado, buscando alguma coisa para escrever. Depois de algum tempo veio uma lembrança inocente à mente, mas ela pareceu tão preciosa naquele momento que não consegui escrever nada. Ela surgiu mais ou menos aos meus oito anos quando aprendi sobre o movimento de rotação da terra. Eu me fascinei ao saber que a terra em que estou pisando está girando sem parar e, de algum modo, eu precisava descobrir como ver essa coisa tão revolucionária! Passei a olhar para todos os lados, tentando buscar algum movimento, qualquer movimento. Certa hora olhei para o céu e o fiquei encarando por um bom tempo. Depois de alguns segundos, percebi que uma pequena nuvem estava se movendo lentamente. Era isso, só podia ser o planeta se movendo! A partir desse momento, sempre passei a olhar para as nuvens quando sentia medo, alguma angústia ou insegurança. Em minha inocência achava que, se o planeta continuava se movendo, tudo estava e ficaria bem porque o tempo ainda estava passando e eu continuava vivo!
É claro que depois de alguns anos descobri que o movimento das nuvens não estava ligado ao movimento de rotação da Terra, mas até hoje quando não me sinto bem gosto de olhar pro céu e ter os mesmos pensamentos porque às vezes só precisamos um pouco da inocência dos nossos pensamentos para ter forças e continuar seguindo em frente.
Pin It
Atualizado em: Sex 1 Out 2021

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222