person_outline



search

OS MELHORES LIVROS, SEGUNDO O PRESIDENTE

 
Para se contrapor ao ex-presidente Obama que anualmente publica sua lista anual de livros recomendados em que exalta o socialismo, o feminismo, a miscigenação e a ideologia de gênero, o presidente Bolsonaro, para instruir o gad..., digo, seus seguidores, passa a divulgar sua lista anual de recomendações literárias. A seguir, os maiores lançamentos editoriais de 2020, segundo o presidente:
  1. OBRAS COMPLETAS DE PAULO GUEDES: Obra dividida em dois volumes de 700 páginas totalmente em branco, cada. O primeiro tomo contém as teses que o grande doutor da Universidade de Chicago nunca conseguiu desenvolver em sua vida acadêmica. No segundo tomo, as privatizações que o ministro deixou de efetivar e os projetos que deixou de apresentar na Assembleia para turbinar a economia.

     

  2. CLOROQUINA, A PANACÉIA DO SÉCULO XXI, Biblioteca do Exército Nacional. Amplo estudo sobre as virtudes do miraculoso medicamento disseminado pelo presidente Trump para conter a propagação do vírus chinês e outros males criados em laboratórios comunistas para solapar as bases da democracia. No prefácio, Osmar Terra demonstra que a COVID-19, na verdade, matou menos gente que unha encravada. E faz um vaticínio definitivo: a falsa pandemia será improrrogavelmente debelada até o dia 23 de janeiro de 2021, dois dias antes de ser iniciada a imunização do Dória em parceria com o Instituto Butantã. Ao final, um adendo mostrando os perigos da vacina que pode causar mutações genéticas irreversíveis que tornam seus usuários vassalos do domínio vermelho.

     

  3. O LEGADO DO GOVERNO MÉDICI, editora AME-O OU DEIXE-O, edição comemorativa patrocinada pelas Forças Armadas com histórico depoimento ‘in memoriam’ do saudoso coronel Ulstra sobre os gloriosos tempos do AI-5 e da eliminação da esquerda do cenário político. Ricamente ilustrada com os sofisticados aparelhos para tortura desenvolvidos no DOI-CODI com tecnologia totalmente nacional.

     

  4. O BRASIL, BALUARTE CONTRA A EXPANSÃO DO GLOBALISMO de Ernesto Araújo com prefácio de Olavo de Carvalho, editora ITAMARATY, apresentando as bases do terraplanismo científico e do combate ao multiculturalismo que assola a decadente Europa. Detalha ainda os ameaçadores princípios da conspiração ecológica promovida pela perigosa ativista Greta Thunberg para redução do aquecimento global e implantação de uma ditadura rubro-verde nos países ocidentais.

     

  5. AMAZÔNIA EM CHAMAS, editora AGRO É POP, com prefácio do ambientalista Ricardo Salles. O livro mostra como será a Nova Amazônia, após “a passagem da boiada”, tomada pela soja, pelo pasto, pelo garimpo e pelas madeireiras, com a eliminação do mato, das atrasadas comunidades indígenas e das ONGs que atravancam o progresso.

     

  6. PROJETO ATÔMICO PARA UM BRASIL GRANDE de Eneas Carneiro (edição comemorativa de 25 anos): Eneas sobressaiu-se no cenário político professando uma ideologia conservadora e aliciando um enorme rebanho. Antecipando os preceitos do twitter, conseguiu condensar todo seu complexo ideário em uma única frase de efeito poderoso e nenhum significado: MEU NOME É ENÉAS.

     

  7. A BÍBLIA, edição especial publicada pela Igreja Universal com prefácio do bispo Edir Macedo. A fim de restabelecer a moralidade, foram suprimidos trechos utilizados pelos esquerdistas para atentar contra os tradicionais valores judaico-cristãos. Na versão revisada, Maria Madalena é enviada por Cristo a um prostíbulo, os ladrões, ainda que bons, são renegados na cruz (seguindo à determinação “ladrão bom é ladrão morto”) e os mercadores do templo, ao invés de expulsos, são convidados a colaborar com o dízimo. Prefácio de Damares Alves.

     

  8. COMBATE À CORRUPÇÃO de Roberto Jefferson com prefácio de Arthur Lira. Mostra como a LavaJato, o STF e o Congresso ajudaram a disseminar a corrupção no país.

     

  9. AJUDE SEU FILHO A MONTAR UM ARSENAL BÉLICO DOMÉSTICO. Manual didático de como motivar as crianças, desde cedo, a montar uma coleção de armas, ajudando a proteger a casa contra a invasão dos sem-terra e das milícias bolivarianas, vindas de Cuba ou da Venezuela. Como adendo, sugestões práticas para transformar o espaço reservado para bibliotecas em um charmoso estande de tiros.

     

  10. BLACK IS BEAUTIFUL de Sérgio Camargo. O presidente da Fundação Palmares expõe sua tese de que o negro, através da meritocracia e aprendendo práticas civilizadas, pode ser tão bem sucedido quanto o branco. Basta adotar os valores da civilização cristã e renegar os costumes atrasados provindos da África como candomblé, ilê ayê, maculelê, agogô e mimimi. Com depoimentos exclusivos de Pelé e Ronaldinho Gaúcho.

 
BÔNUS
  1. A GRANDE FAMÍLIA (no prelo), obra com financiamento coletivo, sobre a saga da família Bolsonaro, o capitão e seus 4 filhos, pessoas de bem e com valores cristãos, que salvaram o país do comunismo ateu do PT. Prefácio de Alexandre Garcia.

 
Pin It
Atualizado em: Sex 1 Jan 2021

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222