person_outline



search

O nome dela: Yamileth

Ela gostava de usar o All-star sem cadarços. Até hoje não sei o porquê. Acho que só gostava. Seus cabelos ruivos intensos foi o que primeiro chamaram a minha atenção. Era linda, alta, lembrava um pouco aquelas atrizes pornôs do leste europeu. E às vezes eu a achava parecida com aquela atriz francesa famosa, do momento. Aquela que fez o filme das lésbicas que ganhou a palma de ouro em Cannes. Acho que é Léa Seydoux o nome dela. Enfim...

Eu a conheci num domingo. Chovia mais do que naquela cena mítica do Cantando na chuva. O estudantina lotado. Eu ia para flertar, ver as mulheres, azarar mesmo. Como dançarino, eu era um prego. Sempre fui.

Para minha surpresa, ela veio até mim. Eu confesso que fiquei paralisado na hora. Tinham dois caras muito mais boa-pinta do que eu ali do lado. Mas ela me chamou para dançar. ME CHAMOU. E eu fui. Mesmo sem saber o que fazer com os meus pés, eu fui.

Ela era ótima. Cheguei a perguntar se era da academia de dança do Carlinhos de Jesus. Então ela me disse que não era brasileira. Eu não fiquei surpreso. A conversa tomou um outro rumo. Ela me falou do seu ex, que a espancava e que ela fugiu da sua terra natal, o Líbano. A única coisa que eu sabia do Líbano era que o ator Keanu Reeves, aquele fo filme Matrix era de lá e que rolava guerra a rodo por lá. Fora isso...

Ela perguntou se eu era casado, noivo, se tinha namorado. Perguntou até se eu era viúvo. Quando eu falei para ela a minha idade, não acreditou. Me chamou de charmoso. Eu disse que ela era gata. E em menos de 15 minutos, estávamos numa cama do motel mais próximo dali.

Ela era boa de cama.

Eu, ao contrário, sempre me achei abaixo da média.

Foi a noite mais longa que eu passei dentro de um motel. Nunca mais a vi. Deve ter voltado para o Líbano. Ou então gostava de fazer isso uma vez por semana. Sempre com um cara diferente. Sem envolvimentos. O nome dela era Yamileth. Entrei no google para pesquisar e descobri que o significado do seu nome é linda. Bem a calhar. Os pais escolheram bem.

Nunca mais vi Yamileth. Tenho curiosidade de saber por onde ela anda.

Nos últimos seis meses, fui à Estudantina todos os finais de semana. Na tentativa de reencontrá-la. E nada. Foda! As melhores coisas da minha vida sempre acontecem uma vez apenas..
 
Pin It
Atualizado em: Qui 8 Jun 2017

Comentários  

#1 samuckaramos 08-06-2017 16:07
Que texto maravilhoso! ;)

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222