person_outline



search

Noite vazia

Horário ingrato a passear com seu pet, após à meia-noite, pelas ruas vazias, onde seres estranhos perambulam vazios, diante de uma sociedade vazia de amparo e sossego. Busca no vazio soturno da madrugada espairecer-se a mente ante pensamentos vazios. Enquanto seu pet esvazia sua bexiga em um pneu vazio do carrinho de pastel de feira livre.
Na esquina ouve-se um estampido de um tiro vazio que rasga o silêncio, queima o peito, em meio ao olhar tênue da morte. Um corpo adormece profundamente rente ao meio-fio, junto ao pequeno cão assustado a espera do voltar pra casa, naquelas horas frias e vazias de outono.
Pin It
Atualizado em: Seg 29 Maio 2023

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br