person_outline



search

Banco do parque

Lembro-me da primeira vez que estive aqui, acho que tinha uns 8 anos. Tudo era mais fácil naquela época, minha única preocupação era me divertir e mais nada. Depois que fiz 70 anos eu venho aqui duas vezes ao dia, uma pela manhã e outra a tarde. Fico sentado observando o movimento, as pessoas se exercitando, pais passeando com seus filhos e cachorros, casais de mãos dadas super felizes e apaixonados, grupos de jovens e tudo mais. Adoro observar as borboletas, são seres belíssimos! Os cachorros me quebram o coração, são o amor em forma física. Só tive um em toda a minha vida, Jake, me acompanhou por longos 10 anos, depois que ele se foi, não consegui adotar mais nenhum outro animal. 
A praça mudou bastante ao longo desses anos, o banco foi trocado e adicionaram mais alguns, plantaram várias outras árvores, reformaram por completo a fonte e os banheiros, as grades ao redor foram todas trocadas... está mais bonito assim. O último lugar que ela esteve antes de parar naquela maldita cama de hospital, foi aqui. Ela queria ter filhos, um casal, Guilherme e Fátima; mas o meu medo da responsabilidade era maior, eu nunca disse à ela que não queria ter filhos, então eu sempre adiei até não poder mais.
Mas o parque... o parque está bonito.
Pin It
Atualizado em: Seg 14 Set 2020

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222