person_outline



search

A Visão Do Precipício

Mais um. Alguns estão tão longe, outros estão na beirada. Eles são loucos para saber como será cair,mas no fim não é isso que querem,e no fim eles não tem coragem para pular. Alguns vão no impulso, achando que aquilo será o melhor. Outros apenas não vão, mas ficam perto o suficiente para serem tentados a pular. É que no fim todos têm medo. São de todas as idades e tipos. E são por todos os motivos.
    Então eu a encaro. Ela tinha pensado tanto nisso, sobre pular. Foi inevitável pensar nisso. E agora ela faria. Com coragem o suficiente ela virou de costas e se jogou. De um modo tão simples que pareceu até bonito,corajoso,mas ainda assim doloroso.Ela cai de olhos fechados. Ela não sabe como é a sensação, é tão rápido que alguns nem percebem como é. Mas ela sente, tenta absorver tudo. Ela sente a pressão do vento, sente como os pelos dos braços se arrepiam e sente o ar gelado. Sente o coração batendo incrivelmente rápido, e no fim sente um pequeno alivio. No fim foi mais um...
   Ela bate no chão, e seu corpo está jogado aos outros que também sentiram o coração bater. E no fim eu apenas abro os braços para ver mais um cair.
Pin It
Atualizado em: Seg 31 Ago 2020

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222