person_outline



search

Alma devastada em conflito

Poderia questionar meus motivos, poderia questionar minhas desilusões, fazer reverberar por minha mente o motivo de tamanha devastação mundana que meus longos e monótonos dias trazem a minha já cansada alma.
Não há mais em mim vontade de levantar pela manhã ou mesmo de entregar-me ao doce sonho restaurativo, pois em minha mente há apenas uma confusa somatória de sensações pertinentes ao meu mau estado de ser.
A minha pequenez apenas engrandece minha melancolia. As vitórias que preenchem minha monótona vida são apenas lembranças de um tempo passado em que não sabia que as tinha, pois ainda não possuía inteira compreensão de meu ser, pois apenas era o que era e isso parecia certo.
Minutos são décadas. Décadas são minutos.
Ao fim dessa breve reflexão, pego-me voltando ao início, poderia questionar meus motivos, minhas desilusões, meu ser. Vaguear pelos vastos campos devastados de minha alma, mas temo ser tarde demais, a muito percorro esse caminho pedregoso em que me encontro, e, enquanto o percorro, deixo minhas próprias pedras pelo caminho.
Onomatopeia referente ao tiranossauro-rex de chocolate mergulhando para as águas frias do rio Ganges, e que logo estará no esgoto.
Pin It
Atualizado em: Sex 31 Jul 2020

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222