person_outline



search

O Jegue do João

João da Roça era filho de um famoso dono de terras, o mais rico da região sisaleira, Fulêro da Silva. João era um fanfarrão, não ligava para nada, só queria se divertir; não gostava de cansaço.
Certo dia, Fulêro, preocupado com o futuro do filho, quis colocar algumas responsabilidades para seu herdeiro, pois sua herança não poderia ficar com um cafajeste sem metas - seria uma decepção.
Fulêro pôs o filho para trabalhar: seu trabalho era somente subir na carroça, puxar o burro e ir em direção à Serrinha buscar uma encomenda, mas o avoado, incompetente como sempre caiu no sono no meio do caminho, o burro continuou o caminho com o jegue dormindo na carroça. Foi nesse momento que o jegue do João teve um sonho, assustador, como diria o próprio. Sonhou que seu pai estava com uma pistola apontada na sua cabeça, dizendo – Você é uma miséria na minha vida, sem objetivos, só me traz desgosto, nem buscar uma encomenda faz direito! – depois de falar dispara contra o filho que acorda desesperado. Ele segue o caminho e volta para a casa do pai com a encomenda. O pai, orgulhoso, sorriu e disse – É vagabundo, mas pelo menos presta para alguma coisa.
Pin It
Atualizado em: Qui 5 Dez 2019

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222