person_outline



search

A quebra do destino

maxresdefault
Tenho 1 hora e meia para escrever um conto... Pois estou a esperar um carregamento de um arquivo e não tenho o que fazer, então vou fazer um conto... De que falar? Vou contar uma história real... É noite, umas 7 horas... Eu estava voltando para casa e então vi numa esquina perto de casa, onde fica uma fabrica, um casal que eu nunca tinha visto antes estava a conversar com o vigia do lugar, tudo normal, então vou em direção a eles e de repente um homem aparece atrás de mim e com um pedaço de pau ele tenta me agredir e consegue. Levo uma pancada na cabeça e acordo... Era um sonho! Sim, mas você vai ver que ao mesmo tempo era real. O tempo passou e Aconteceu algo inacreditável eu desta vez saia de casa, acho que ia comprar algo para comer, não lembro a hora, mas era noite e olhei para a esquina da fabrica e quando fui me aproximando vi que as pessoas que estavam ali eram as mesmas antes desconhecidas de meu sonho, estavam na mesma posição, mesmas roupas e conversavam, a mulher estava sentada numa moto. Daí olhei em volta pra ver se via o agressor, mas ele não apareceu, ainda bem né, foi tudo rápido e eu passei. Então para enfeitar este mini conto crio uma explicação... Antes de eu sonhar quase cheguei a conhecer uma garota que fazia curso no mesmo lugar que eu, então não a conheci, foi como se as circunstancias tivessem mudado, pois quase falei com ela, porem um homem que provavelmente era o pai dela entrou em minha frente na hora de eu atacar e falar com ela. Este homem era o agressor. Ou seja, eu não conheci a filha dele, por isto não tive algum tipo de discursão com ela que levasse o pai dela a me seguir e agredir. Talvez tudo tenha sido apenas uma coincidência, as pessoas, o lugar do sonho, pois praticamente para sair de casa tem que se passar por ali, para ir a parada pegar ônibus principalmente. Mas para quem acredita em destino, este conto foi: A quebra do destino. E o arquivo ainda não terminou de carregar... O que mais falar? Para este virar um breve romance eu voltei a ver a garota e desta vez a conheci... Será que vamos ter brigar ou algo que leve o pai dela a me fazer algo? Eu tive que decidir antes de conhecê-la e como a conheci decidi assim enfrentar esta situação sem medo, ou com este como um pouco precavido. É foi o que foi sem ser, ou seja, saiu tudo bem, até hoje estamos juntos e nada aconteceu. Às vezes acabamos fazendo coisas colocando medo sobre as pedras do destino, porem devemos enfrentar e assim seguir adiante. A verdade foi só o sonho e a ocasião real. A quebra do destino aconteceu para quem acredita em sonhos e destinos. Para mim foi apenas coincidência. Falei sonho, mas logicamente foi um pesadelo e para muitos uma premunição que gerou alguma coisa que me fez mudar este destino, talvez eu o tenha mudado inconscientemente. E este foi o fim, porem tenho que continuar o arquivo ainda não terminou de carregar. Então vou dizer é que à garota e o pai dela nem existiram, talvez o agressor do pesadelo fosse apenas um ladrão, se é que existiria este destino diferentemente de sem a aparição dele como foi o que no real aconteceu. Não passou nem 1 hora e vou terminando este conto por aqui, sim, deixando vocês pensado sobre suas vidas, que ocasião na vida de vocês ocorreu algo parecido? Parem após terminarem de ler e reflitam, busquem uma resposta para esta pergunta que fiz e quando encontrarem não tenham medo!
Pin It
Atualizado em: Dom 27 Ago 2017

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222