person_outline



search

Por que a Desfragmentação ?

Como usuários de microcomputador, quem nunca ouviu falar na “desfragmentação” ? Ouvir dizer por ai, pelos “técnicos” que existem em cada esquina, que é necessário fazer a desfragmentação do seu disco rígido.

Bom antes de entender do que se trata a desframentação, primeiro é necessário entender o que é a fragmentação! Embora mais comum em sistemas operacionais mais antigos, ela ainda existe.

Apenas imagine, independente do sistema operacional e sistema de arquivos que utilize, se você pudesse “hipoteticamente” abrir seu disco rígido, “ilustrativamente” você enxergaria uma tabela, sim isso mesmo, uma tabela! Onde cada “célula” dessa tabela pode ser chamada de “cluster” que é a unidade mais básica de armazenamento de dados do seu computador. Na verdade os sistemas de arquivos mais atuais já nem possuem mais cluster e trabalham com setores diretamente.

Bem, ocorre o seguinte: Suponhamos que cada “cluster”ou setor possua 4 partes de um todo para armazenamento, ou seja, 4 Kb e que quando você vai gravar qualquer conteúdo, independente de sua natureza esse conteúdo não ocupe as 4 partes, mas sim apenas 2 partes. Ocorre que ao gravar, os dados ocuparão apenas o espaço necessário na tabela, “clusters”ou setores e o restante ficará vazio, se não completarem o espaço pré-definido para a unidade básica de armazenamento. Na próxima gravação, o sistema não utilizará aquele resto de espaço do(s) cluster(es) anteriores e passará a ocupar os cluster(es) ou setores seguintes da tabela.

Pois é amigos essa é a famosa fragmentação! Você acaba perdendo espaço útil em disco, e a cada vez que você deseja acessar algum conteúdo, seu disco perderá tempo fazendo a leitura dos espaços fragmentados.

Daí vem à necessidade, nesses casos, da desfragmentação do disco rígido que deve ser feito periodicamente, dependendo do volume e periodicidade de dados gravados na máquina (que pode ser analisado pelo próprio sistema). E cada sistema possui sua ferramenta para isso. No geral, em se tratando do sistemas da “janelinha” fica em ferramentas das propriedades do disco local c:.

Bom sei que nesse artigo, para explicar o assunto principal, tive de abordar termos e conceitos um pouco mais técnicos. Mas são assuntos para outras ocasiões.

No próximo artigo irei explicar o conceito de virtualização, muito utilizado nas empresas hoje em dia e até por usuários um pouco mais técnicos.

Abraço a todos e até o próximo artigo!

Pin It
Atualizado em: Dom 6 Mar 2011

Comentários  

#3 tania_martins 10-03-2011 10:42
Legal.
#2 ftmuffo 08-03-2011 14:33
É isso ai, esse seria o procedimento completo de uma manuetnção preventiva, meu amigo. Parabéns, assim provavelmente você manterá seu PC longe de problemas, pelo menos quanto a problemas de uso por meses ou anos a fio sem qualquer preparo ou cuidados.
#1 zonetti 08-03-2011 12:32
um hd particionado sendo C: somente sistema e D: Meus Doc... uma imagem ghost do sistema, devidamente configurada a gosto... registro limpos de chaves inúteis, a centralização de TEMP, exclusão de prefetchs ... e um defrag. Aí sim. :)

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222