person_outline



search

PASSAGEM DO EU PARA O OUTRO

Somos incontidos... Incontidos na arte de viver...

Somos ilimitados... Ilimitados na arte de amar...

Mas viver, por viver, não vale a pena...

Amar por amar, também não...

È tempo de páscoa... È tempo de passagem...

De reflexões...

Refleti o que somos... De onde viemos e para onde vamos

É dever de todos, nesta jornada pela vida...

Somos gerados pelo o Amor... O maior de todos...

Sendo gerados assim, todos esperam que sejamos capazes de amar...

Amar para que não haja adeus, separação... Perdas!

Amar para que não haja desencantos, tristezas, dores e desenganos...

Amar para que diante de situações inesperadas, de desesperos e

Incompreensões não nos sintamos impotentes, incapazes, incompetentes...

Amar para que não possamos ver quem deveríamos amar parti de forma tão

Cruel por que realmente não o amamos...

Devemos com o amor evitar as partidas

Sem o direito de dizer adeus e nem de recebê-lo...

 

È tempo de páscoa... È tempo de passagem...

Passagem do “EU” para o “OUTRO”

Sem medo, sem reservas, sem limites...

Sem esperar nada em troca, pois amar já é mais do que o suficiente.

É o que por todas as horas nos basta!

Sim, somos assim: tão dependentes e tão carentes do Amor,

Da necessidade de amar e de sermos amados...

E apesar das correrias da vida, pelas buscas desenfreadas dos nossos objetivos,

E da incessante vontade de conquistar tantas coisas ínfimas,

Não podemos esquecer que nascemos para que outras pessoas

Sejam realmente felizes...

È tempo de páscoa... È tempo de pensar se amamos como gostaríamos de sermos amados...

Pin It
Atualizado em: Qua 18 Ago 2010

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222