person_outline



search

Meu Vitimismo

Eu não vou mais lamentar, preciso parar de chorar esse meu defeito. Eu tento controlar, tento (re)pensar. Eu odeio minhas mãos. Eu odeio cada dedo que é torto e cada unha que é afiada. Odeio cada gota de sangue que permanece embaixo de cada unha, Só pra me lembrar do que essas mãos são capazes. Eu machuco, causo ferimentos, em pessoas que não merecem. Pessoas boas. Pessoas que eu só queria cuidar como se fossem porcelana. Eu queria poder acariciar, cumprimentar, abraçar. Eu queria poder tocar outra pessoa que não eu. Eu queria para de machucar pessoas importantes. Eu queria parar de falar que queria. Eu quero. Eu vou. Aos poucos eu vou aprender a lidar com meus defeitos, Quem sabe até ter controle sobre eles. Aos poucos as pessoas vão parar de se afastar. As vezes que me pergunto “Quem precisa de pessoas por perto? Aprenda a viver consigo mesmo.” Mesmo gostando de estar sozinho, Sentir-se sozinho é uma sensação ainda horrível. Era tão bom ser rodeado de amigos na infância. Era tão bom não ter preocupações. Se algo desse errado, no máximo 10 minutos depois era como se nada tivesse acontecido. Era bom jogar conversa fora como se o tempo não passasse. Era bom não ter que cuidar para que um de seus únicos amigos não enjoe da sua cara. Era bom ter a mãe de um amigo para implorar que ele passe a noite na sua casa. O bom de ter pouquíssimos amigos é que você cuida de cada um deles como se fossem preciosos. E são. Mas e se você não cuida dos seus únicos amigos? Você termina sozinho em um lugar cheio de estranhos, Esperando a morte chegar, sabendo que no seu enterro ninguém vai estar lá. Temendo ser julgado caso diga qualquer coisa a respeito. Eu me sinto sozinho. Eu não sei cuidar das coisas boas que tenho. Eu não sei aproveitar o momento. Eu não sei ficar sem brigar ou estragar o dia de alguém. Eu não sei estar tranquilo. Eu não sei me amar. Eu não sei amar.
Pin It
Atualizado em: Dom 28 Jan 2018

Comentários  

#2 aledep3 03-02-2018 14:32
Oi muito grato que você leu e gostou! Adorei seu texto publicado também. Espero que possamos trocar bagagens :)
#1 suyaneqm 02-02-2018 20:22
Cara, eu li todos os seus textos. Estou impressionada. Confesso que acho um pouco difícil encontrar algo REALMENTE bom por aqui e que fuja do romantismo romântico clichê. Continue publicando, quero acompanhar haha. Abraços

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222