person_outline



search
  • Poesias
  • Postado em

Debaixo dos Cafezais

Tu lembras amor ainda,
Daquela tarde tão linda
Na sombra dos cafezais
Lembras do beijo roubado
Tão gostoso e tão molhado
Que hoje não temos mais...? 

Tu lembras do estilete
Com que cortou o corpete
Do meu vestido bordado...?
Lembras do tremor sentido
Ao ter meu corpo despido
No teu abraço suado...?

Tu lembras, eu sei que lembras...
Do lenço branco de rendas
Que entre a gente ficou
Você o tinha entre os dedos
Segurava sempre a medo
Pra enxugar nosso amor

Lembras da hora agourenta
Em que uma mancha sangrenta
Mudou o lenço de cor...?
Era meu peito arquejando
Mas julgaste-me derramando
As gotas do meu pudor...

Tu lembras meu grande amor
Daquela lágrima de dor
Que brilhou no meu olhar...?
Eu chorava e tu sorrias
Tua presunção só servia
Pra te fazer delirar...

Tu lembras, eu seu que lembras...
Mas a tolice pôs vendas
No homem que não quis ver
Porquê o sangue maldito
Era do meu peito tísico
Que lhe amou até morrer...!
Pin It
Atualizado em: Qui 13 Set 2018
  • Nenhum comentário encontrado

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222