person_outline



search

Tempo de chuva

Chove nos meus passos, fico parado
Respeito a gota que insiste em se deitar
O tempo corre contra si próprio
Hoje não dá pra competir com ele
Ah filho da mãe! Conseguiu me segurar
Essa cortina d’agua não dá espaço
Molha o rapaz, a menina, a criança
Chuva beleza em hora imprópria
Não sei se te xingo ou se te cheiro
Tua cor tá tão descolorida que nem é branca
Me dá uma trégua se assim for o meu destino
Não brigo contigo mais, recuo não ligo, tchau!
Pin It
Atualizado em: Qui 28 Out 2021

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222