person_outline



search

Quando lembranças são coisas ruins

 "Ainda te amo e muito ". Prefiro ficar com essas palavras e ir embora. Nenhum gesto ou soluço. Pois assim, guardo-me de novas emoções e levo comigo a lisusão, quase que permanente de algo que não morreu e quase me matou. Permito-me sofrer menos - tenho esse direito-, sem que eu sinta o cerebro rolar pela minha cabeça em movimentos pesados. Iludo-me sim ! Mas quem não quer, por ventura, respirar um ar tão puro e leve que transfigure a paisagem em cenários de paz e possibilidades ?
 Pois bem, assim despeço-me, sem cerimônias. Aceito o tempo que não existe mais. Esse mesmo tempo que ruirá às palavras e seus signos, destruindo verdades de vidro - que foram sempre verdades, não duvido-, mas tão frageis e incertas. Amor, amei, amo, perecível com o tempo e com todos.
Pin It
Atualizado em: Dom 31 Dez 2017
  • Nenhum comentário encontrado

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222