person_outline



search
  • Drama
  • Postado em

Irena O Anjo Da Dor

Ela foi um bebê muito desejado , mas não foi fácil a sua gestação. Irena foi gerada em uma época de total repressão. Apanhei muito com cinta da minha mãe, que tinha como prostituta , a mulher que dormia com o namorado antes do casamento. Quando ela nasceu , tive a estranha certeza de que ela viveria pouco tempo entre nós. Infelizmente eu estava certa.
Irena foi amaldiçoada pela avó e amaldiçoada ela cresceu.
Era um anjo. Anjo lindo esse que Deus me deu. Mas desde cedo aprendeu a semear a dor aos que a cercava. A única coisa que minha filha causava era ódio , maldade e dor.
Aos dez anos de idade , meu anjo teve todos os ossos do corpo quebrados e seu rosto foi desfigurado. Irena , na festa de aniversário do tio , caiu de cima de uma lage de 15 metros de altura. Mesmo assim sobreviveu. Contrariando as estatísticas e as expectativas médicas. Passei a morar no hospital. Irena foi submetida a 30 cirurgias reparadoras em seu rosto. O meu anjo não aguentava mais sofrer.
Quando ela achou que tudo havia passado , mais uma fase de terror a esperava. A ela e á nossa familia. Na escola , conheceu seu grande amor da adolescência. Foi aí que tudo piorou.  Irena e franco foram arrebatados pela paixão assim como eu e o pai dela. apesar de ela ter apenas 12 anos e o menino 11.
A frágil inocência de minha filha foi totalmente perdida. Irena passou a frequentar diariamente a casa dos pais desse menino, agora seu namorado. Foi ali que se corrompeu. Bebida , drogas e sexo livre. Essa era a nova rotina de Irena. Ela largou os estudos para se dedicar a franco, cortou os cabelos , pintou de laranja , engravidou , perdeu o bebê e sumiu. Minha filha escapou de minhas mãos assim como os grãos da fina areia que continham o piso do parquinho onde a levava para brincar quando pequena. Digo quando Irena não estava fechada em um quarto , embaixo das cobertas , tentando se recuperar de pneumonias e viroses , tomando fortíssimos antibioticos. Criança infeliz e doente , o anjo cresceu , virou uma adolescente rebelde, sempre carregando consigo a dor. Sua vida adulta teve fim aos 20 anos.
Choro , lamento! queria o meu anjo. Mesmo que ele fosse um anjo da dor.
Ela voltou para mim aos 17 anos. Foram exatos 3 anos que vivemos juntas. Esses foram regados de muitas ofensas , choros e até agressão fisica. Essa situação se deu graças ao meu casamento com o pai dela. Pedro.
Pedro promovia muitas festas . As mesmas envolviam muita gente , bebida e dinheiro. Meu marido fracassado no vicio do alcool, acabou com o nosso relacionamento e arrastou consigo a filha de espirito fracoe sem o menor amor á vida. Cansada das orgias que eu tinha que suportar dentro da minha propria casa , resolvi abandonar irena e pedro. Meu ex soube fazer direitinho seu papel de vitima e Irena enxergou a situação de uma maneira totalmente diferente. Longe da realidade , acreditava que eu tinha traído o pai dela, tirei seu dinheiro e a deixei na sarjeta. Aquilo para ela foi o fim da picada. O anjo da dor tentou suicidio. Minha filha cortou os pulsos com um caco de vidro afiadissimo. Foram várias as noites em que tiveram que intupí-la de calmantes , para que ela não concretizasse  a vontade que tinha de morrer. Gostaria muito de sinceramente estar ali ,  no lugar dela , amarrada naquela cama , com as cordas que machucavam os pulsos anteriormente cortados. As suas condições eram sub-humanas.  Apesar de tanto sofrimento , minha filha conservava traços lindos. Olhos serenos e cachos de anjo. Anjo da dor.
Depois de algum tempo , tudo se normalizou. Eu e pedro estávamos com nossa filha em casa , prometemos fazê-la feliz. Só o que ela queria era nos ver juntos. E bem.  Tudo transcorreu normalmente até que ela completasse vinte anos. Foi aos vinte que ela presenciou mais uma briga entre eu e o pai. A mais fatídica. NA qual um mês depois de seu aniversário , descobriu não ser filha do pedro. Eu não queria ter causado essa dor na minha filha. Fui a única responsavel por toda a tragédia que se deu. Meu Deus! Irena nunca antes estivera tão feliz! , não queria mais morrer , ia viajar e fazer um curso de modelo. acabei com tudo. Eu e Irena , acabamos com a sua vida. Minha filha naquele mesmo dia se trancou no quarto , escreveu uma carta se despedindo de mim , e me responsabilizando por tudo de ruim que ela viveu. Disse que eu consegui fazer com que sua existencia nessa terra fosse um pesadelo , e que agora ela tentaria encontrar o paraíso , tirando sua propria vida. Irena mais uma vez tentou e conseguiu. Se matou. Seu ódio por mim foi maior que o seu amor próprio. Maior do que podia suportar. Preferiu ir embora , para longe , para sempre e para longe de toda a dor que eu lhe causava. Só o que me sustenta , é pensar que ela não sente mais dor , conseguiu se livrar de tudo o que a incomodava , e feria. Agora ela estava do outro lado. Longe da dor.longe de mim.
Pin It
Atualizado em: Qua 2 Maio 2018

Comentários  

#8 PauloJose 15-03-2013 16:42
lí todinho e triste = comovente
parabéns
estrelei.
#7 nereide 18-11-2012 11:15
OI LAURA ,LINDO CONTO, TRISTE É VERDADE MAS, UM ALERTA, PARABÉNS. ABRAÇO
#6 Arnoldo 30-10-2012 14:11
Um conto que emociona, uma triste realidade que existe em muitos lugares. Parabéns pela bela narrativa.
#5 JogonSantos 13-10-2012 17:43
Boa tarde,
como seu conto é narrado na primeira pessoa, e de uma maneira bastante
real, pareceu-me uma história verdadeira. Se foi, lamento muito, pois fiquei emocionado.
Não gosto de recomendar meus textos, mas não acedito em maldição, acredito sim no
destino. Se tiver um tempinho leia minha crônica "Destino, acreditar ou não?", se sua
história aconteceu de fato, talvez encontre consolo, se não, poderá refletir sobre o
assunto.
Grande abraço.
#4 marilynbela 05-10-2012 13:22
não sei o que dizer depois de ler isto! esta fantástico, consegui-me prender do inicio ao fim! sem palavras mesmo!
amei
#3 Marlende 04-10-2012 07:41
Intenso, e repleto de muita dor e desamor...excelente narrativa, triste e envolvente até o fim...Paarabéns Escritora !
#2 Gilvan 30-09-2012 15:19
Sangrei com a dor de Irena, mas sobrevivi para continuar a ler tudo o que voce escreve, Voce é um anjo...de vida.Precisamos do que voce escreve para exorcisar a dor.
#1 xxx 26-09-2012 19:39
Texto dorido.
Gostei da leitura.

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222