person_outline



search

A parábola

contar uma parábola de Jesus, que ele nos deixou, como um exemplo para que até hoje leiamos. Então disse Jesus aos seus discípulos:

O reúno dos céus e semelhante ao homem que semeia boa semente no campo:mas, dormindo os homens, veio o seu inimigo, e semeou o joio no meio do trigo. E quando a erva cresceu e frutificou, apareceu também o joio. E os servos do pai de família, indo ter com ele, disseram-lhe: Senhor não semeastes no teu campo boa semente? Por que tem, então, joio? E ele lhes disse: um inimigo é quem fez isso. E os servos lhe disseram: Queres, pois que vamos arrancá-lo? Porém ele lhes disse: Não para que, à colher o joio, não arranqueis também o trigo com ele. Deixai crescer ambos juntos até a ceifa, direi aos ceifeiros: colha primeiro o joio e atai em molhos para queimá-lo: mas o trigo, ajuntai no meu celeiro. O que entendemos por separar o joio do trigo? Em primeiro lugar é difícil separar coisas semelhantes sem conhecê-las, pois o joio é semelhante ao trigo, e se não conhecemos as diferenças podemos arrancar o trigo pensando ser o joio. Devemos deixar crescerem juntos, pois, ao crescerema diferença fica mais visível. Assim, são nossas vidas, precisamos deixar que o joio cresça entre nós para depois podermos diferenciá-lo e ceifá-lo, deixando assim só o trigo. O joio são as nossas aflições e dores e o trigo nosso aprendizado. Conforme o joio vai crescendo junto ao trigo temos mais facilidade de identificá-lo, porque conforme ele cresce junto ao trigo vamos aprendendo a diferenciá-lo do trigo. Por trazer consigo algumas diferenças visíveis a nós. Assim, temos como corrigir, ceifando o joio e deixando o trigo. Bem, agora tenho que visitar outros pacientes, fique na paz de Deus. E lembre-se, tudo na vida é passageiro, tudo pode ser renovado. A dor passa, as lágrimas secam e o sol nasce todo o dia. Portanto, escute e supere com grande sabedoria e fé, aprenda tudo o que puder dessas dificuldades e peça auxílio a Deus. Quando desistimos de viver, não sabemos o que fazemos, pois acreditamos que acabamos com os sofrimentos... Esse é um engano doloroso e muito difícil. Achamos que os sofrimentos acabam com morte física do corpo. Enganamos-nos. Boa noite minha filha.

-Boa noite dona Dalva

Vera ficou pensando em tudo que dona Dalva havia lhe dito como ela poderia ter tanta certeza que de seus problemas não teriam fim com a morte.

-Amanhã vou perguntar como ela sabe que os problemas não acabam com a morte, pois quando a morte chega é o fim de tudo... Como poderia afirmar com tanta convicção e veemência que continua tudo após a morte?

Quanta tolice pensou Vera. Isso se daria pelo fato de ela trabalhar em um hospital e lidar com a morte todos os dias, para fugir dessa realidade e dar esperança àqueles que estão morrendo e vão continuar a viver após a morte do corpo.


Pin It
Atualizado em: Ter 20 Set 2011

Comentários  

+1 #3 Nadi 02-11-2011 23:05
Aqui estamos para levar tão somente o que aprendemos e o que conseguimos corrigir em nós mesmos.
Somos uma bagagem de erros; um fardo que deve ser lavado, caso contrário, há que se retornar à lição.
Bjs.
+1 #2 PauloJose 21-09-2011 16:22
EMOCIONANTE E ESPIRITUAL PARABÉNS DECA ADOREI!!!
+1 #1 wicos 21-09-2011 00:12
falar desse ser é maravilhoso pois , quem no mundo . tem amor igual ele revolucionou o mundo inteiro . n
ñ cursou faculdade, mais É dr belo texto parabéns do wicos

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222