person_outline



search

Dor

Sejamos fortes diante da dor.

Sejamos plácidos e havidos diante das mais profundas lutas por nos já vivida.

O que somos nós senão um reflexo do que fomos ontem.

Sejamos sábios para transformar as nossas provas em “evolução

Os nossos “defeitos” em conhecimentos.

As nossas fraquezas em experiências.

Sejamos sábios diante da magoa, da desilusão, da impaciência e da tristeza.

Sábios em toda harmonia com o plano por nos traçados.

Sábios para lidar com as injustiças e saber torná-la em exemplos benéficos a nós e aos nossos irmãos, que nos foi injusto.

Sábios para não ser condizentes com a imperfeição nossa e do nosso próximo.

Sábios para saber modificar magoa por nos sentida em exemplos ao nosso próximo.

Sábios para deixar de sermos vítimas e passarmos para a condição de perdoar o nosso próximo. Havidos de qualquer resquício terreno.

Sábios para impulsionar o mais tórrido sentimento em puro perdão e amor.

Sábios para deixar de ser

Para poder fazer

Sábios para não julgar e sim exemplificar com o nosso amor, nossa paciência e nosso entendimento.

 A sabedoria adquirida através das lutas constantes que esta ou outra existência nos salientou. Sábio de amor, paz e caridade. Sábios não em instruções lúdicas, mas sábio da mais pura de todas as sabedorias.  Seremos sábios quando, transformamos tudo de maléfico em luz, amor e perdão. Seremos sábios quando assim pudermos ver além de nos, e decodificar, desmistificar as dores vicissitudes, mágoas e se distancias da premissa de ser injusto, para se tornar o que aqui viemos cumprir, que seria apreender, evoluir e perdoar a nós e ao nosso irmão.  Se diante de nós está a nossa prova devemos cumprir com sabedoria deixando a situação de vítima para passar a grilhão da evolução do nosso próximo. Aí podemos dizer Pai, a sabedoria por mim adquirida foi não, continuar com os mesmos dogmas que eram perdoar ao próximo, e com ele permitir que forçosamente sejamos falhos em nossa evolução. Pois aprender que “perdoar é antônimo de aceitar”, e sim orientar instruir e juntos evoluir, ai perdoar e o maior dos ensinamentos.

     Pois, o verdadeiro perdão sai da condição de injustiça para a condição de não permitir que um de nós continue a seguir no mesmo erro, um tem a responsabilidade de estagnar a não evolução mutua de se evoluir e consequentemente nós dará a evolução do seu próximo.

    Então, meus irmãos sejam sábios com nossos inimigos, por nós, filhos, irmãos etc. Pois, a maior de todas as lutas encontrasse dentro de nossos lares.

     Que Deus se sua máxima sabedoria possa nos instruir e nos iluminar para que, quando retornarmos ao plano espiritual, e o pai nos perguntar o que tu fizeste do espírito que a ti confiei. Dizemos juntos evoluímos paulatinamente.  

Recebido em 10 de Dezembro de 2006 às 20h00min horas (horário de Brasília). Transcrito pela médium: Vanderléia da Silva


Pin It
Atualizado em: Sex 16 Set 2011

Comentários  

+1 #1 azara 19-09-2011 16:24
Muito lindo.Que nossa evolução cresça conforme nosso merecimento.Abraços

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222