person_outline



search

Regresso

Vejo o sentir esvair-se

Logo regresso dentro de mim

Não sinto

Tudo ouso

Entretanto, divago unicamente a procurar.

 

Regresso novamente;

por mais que tente e tente

Minh'alma esconde-se

ponho tudo a perder

e nada encontrar.

 

"Desencantaste de quem sou?"

Pois logo não estarei em nenhum lugar

Além do vento que te encosta na pele

Ou da melodia que te sopra o ar.

 

Regresso,

Pois não encontro-me em paixões ébrias

Estou em pessoas,lugares e instantes

Vou além do ludico;

Não sinto; sou o sentir

Portanto, tudo ouso.

 

Já não estremeço em face do segredo;

Estou em todos os lugares

e ao mesmo tempo em nenhum lugar,

Sou a grandeza do simples

 

Sou astro doido a velejar.

 

Pin It
Atualizado em: Dom 28 Jul 2019

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222