person_outline



search

Mundo Criado

Me devorava com os olhos...
Em intervalos curtos me despia o corpo e a alma.
Nesse mundo criado, seres distantes percebem que onde estão não existem fronteiras nem cadeados.
Choca-se comigo, por vezes em sussurros.
Uma liberdade atrevida, compreendida, sem limites e também agressiva.
Me despe o que ainda sobra desse corpo terrestre.
Nesse mundo não há nada além de dois,
Somos corpos INTACTOS,
Almas livres, distintas...
Platônico, impossível, visível, louco...Desprendido...
Quanto mais se bebe, mais sede se tem.
Quanto mais livre de mim, mais perto da loucura se encontra.
Me molha, em pensamentos sei que me devoras.
Há longas despedidas e de fundo consigo ouvir uma trilha sonora.
O sol acompanha o que a lua cumplice ignora.
Na noite seguinte, novamente abrem-se linhas e parágrafos,  um mundo criado no qual há uma vontade insaciável  de dois corpos intactos.
Pin It
Atualizado em: Qui 14 Jun 2018

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222