person_outline



search

Espalhar os olhos na vida

Dizia meu pai,
para não entortar de caminhos 
para ter mais visão,
bastava espalhar os olhos na vida,
pela frente mesmo, em reta,
carecia de desvios não.
Tinha que ser alegre mesmo ele dizia. 
Se esparramar na vida, 
''sem pensar demais em coisa nenhuma''.
Pensar demais machuca, judia.
Eu judio, em silêncio comigo.
Penso emaranhado, 
vou perdendo o tempo do viver,
assim, só pensando.
machuco e me dôo por costume.
Perdi o senso da vida pequena,
devagarinha, 
tão bonita, tão distante de mim.
Me guardei em congestionamento 
idológico qualquer,
acabei me esquecendo.
Onde foi que me guardei?
me perdi no jogo de perguntas
e constatações.
Me perdi em desculpas cínicas para 
a vida mesma, nunca viver.
Medo?
Pin It
Atualizado em: Dom 24 Set 2017

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222