person_outline



search

14.11.9

Hoje o dia estava nublado,

o que me lembrou de como estou me sentindo por dentro... Só, triste, cheia de recordações boas (o que está me matando), cheia de vontades e das quais não posso realizar.

Eu estive pensando que eu não posso ser feliz sozinha. O mundo está lá fora e eu estou aqui amargurando meu suposto fracasso na vida, do ontem e de agora... Eu tenho vontade de viver, de sorrir, de sentir a brisa no meu rosto e entre meus cabelos. Alguém que poderia estar me abraçando e dizendo quão a vista é bonita e que é bom estar ao meu lado.

Eu sempre fui chamada de sonhadora, mas eu confesso que sou mesmo. Eu imagino situações em que estou muito feliz ou muito triste e no momento estou me sentindo umaninguém(?)

É um tormento pra mim ficar só, sem música, sem som, barulho ou ruído.

O que seria de mim se eu estivesse só?

Eu gostaria de estar só mesmo assim.

As palavras vão passando aleatoriamente na minha mente e meus dedos vão digitando. As lágrimas estão prestes a cair pelo meu rosto e eu desejo nunca ter existido, mas ao mesmo tempo desejo estar viva para ser lembrada e fazer as outras pessoas sorrirem.

Isso não poderia me manter viva. Poderia?

A chuva está caindo lá fora e eu quero me molhar, eu quero me sentir tão livre quanto qualquer pássaro que aproveita sua sabedoria para poder voar por aí e estou aqui no chão,

olhando para cima e pedindo para que eu mesma não caia no meu próprio abismo.

Estou me afogando em mágoas...

Estou quebrando...

Estou partindo...

Estou me encolhendo e me sentindo pequena.
Vem aqui? Me faz querer ser maior, me faz sentir uma gigante!

 

Estou suja,

estou desesperançada,

estou com as pernas bambas e sem acreditar que eu tenho forças para levantar.

Mas quem poderia me fazer sentir uma gigante se não eu mesma?

Eu quero,

eu preciso acreditar,

eu preciso levantar desse chão... eu preciso chorar com a cabeça erguida e assumir que quem trancou as portas do meu coração foi eu, mas... Cadê a chave? Onde está a fechadura? Cadê a luz para eu poder procurar?

Alguém viu o molho? Minha mente está se fechando e fazendo com que as coisas boas vão embora, deixando as tristes... Preciso garantir que eu não tranque a mente também.

Preciso viver dos sonhos, da força de vontade, do querer, do seu sorrir, do seu olhar, do seu tocar, do seu beijar e abraçar... Me garanta de que eu não deixe com que eu esqueça de deixar meu coração aberto? Minha mente aberta? Meus olhos abertos e meu amor para distribuir?!

Eu quero tentar, eu não vou fingir, eu sei que eu posso...

Eu não quero me iludir,eu não vou te iludir,

eu vou aprender a valorizar cada instante e não deixar qualquer falha nas entrelinhas de uma história que pode virar um livro de capa dura. Ouvi dizer que eles são os melhores pois são mais trabalhados.

Quero detalhar os momentos, observar cada tudo, cada significado dos gestos e guardar em minhas melhores recordações.

 

Não ligo se lá fora estiver chovendo, eu quero me molhar!

Eu vou arriscar, eu vou levantar e andar contra direção do vento. Sei que vou encontrar o pôr-do-sol e é lá que é o meu lugar.

Não ligo eu quiser chorar,

eu vou chorar,

eu vou melhorar.

Pin It
Atualizado em: Seg 10 Nov 2014

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222