person_outline



search

"EN PASSANT"

   Nesta noite a batalha que travo contra mim mesmo está demasiadamente longa. Nunca fui bom com estratégias, à guerra da minha alma que habita este corpo é enganar com frieza o volume do meu copo na mesa. Neste tabuleiro já perdi meu melhor peão, levando cedo demais à esperança de receber um perdão. Minha torre caiu em temores e levou consigo a imagem da paisagem onde repousam meus amores. Logo perdi meu bispo e com ele minha fé em algum tipo de cristo, depois andei sozinho pelo vazio deserto de meu coração, sem meu cavalo rastejei neste frio e pálido chão. Cansado demasiado fraco, prolongo minha ultima jogada nas esperanças de que meu rei exija de mim algo no qual nunca imaginei. Deixar no campo minha rainha morrer sozinha em combate e por fim dizer a mim mesmo... Xeque-mate!

Pin It
Atualizado em: Qui 28 Fev 2013

Comentários  

#1 Brunno 06-03-2013 09:11
Vencer a si mesmo... Profundo. Parabéns. Belíssima reflexão. E fico feliz que tenha ganhado o jogo.

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222