person_outline



search

PLANETA GRÃO , PARA

Outro dia, eu peguei minha luneta, me afastei bem da terra e fui olhar como é que isto funciona, olhei as cidades, cada uma com seu lindo cemitério, os túmulos bem esculpidos, tudo iluminado
- Será que eles amam o mistério ? Olhei bem os espigões verticais, pareciam latas, as pessoas entravam sorridentes nas latas – Seres humanos enlatados ?
Ao focar as ruas era um rio em movimento, um rio cheio de automóveis, tinha até os ruídos das cachoeiras, as buzinas ao som de apitos que não paravam mais. Será que eles amam o barulho ?
Coloquei uma nova objetiva e vi uma multidão entrando, casas, cubículos, celas – Será que eles amam a prisão ?
Ao girar a luneta, um novo mundo uma orla marítima cheia de humanos, trajes bem economizados, muita onda, muita prancha muito surf - Será que eles amam a liberdade ?
E ali, bem em frente um parque, cheios de bocas redondas, as bocas sempre a soltar um hálito sulfuroso em forma gasoso - Seria um parque industrial, pelo jeito sim, pois é uma entrada e saída de automóveis que não para nunca – Será que eles amam o movimento ?
Ali é um baile, não tenho dúvida, ali é um baile todos com seus corpos untados em movimentos ao som de músicas continuadas, corpos que se juntam e se deslocam em questão de segundos, um ritmo bem cadenciado numa cola que une e separa ao som da harmonia ou desarmonia do choque sonoro – Será que eles se amam entre si ?
Ai, bem ai, agora sim, encontrei uma fábrica, uma linda fábrica, tudo bem estruturado, higiênica inclusive, uma fabrica que não produz fumaça, dá muitos empregos, esquenta a economia, dá luz ao progresso, determina o que é um pais desenvolvido ou não, é base que dá sustentação ao que é, e o que não é poder, é uma maravilha da criação humana, obra prima, o poder da inteligência concentrada dos inteligíveis em projeção, um show vivo e imperdível no palco da existência dos seres humanos.
Uma linda fábrica de mísseis da última geração, não erra o alvo nunca, pronto para destruir tudo a sua frente, um britador, um demolidor, esperando somente à hora para atacar o inimigo -Que inimigo /eu/. não, - Outros seres humanos. - Será que eles amam a vida ou a morte. - Não sei !

Pin It
Atualizado em: Seg 2 Ago 2010

Comentários  

#15 jrs49 19-08-2010 11:38
Somos todos autores, uns de ficção, outros de romance, enfim vários generos, mas todos com o mesmo objetivo:Escrever.
Escreva sempre, seu conto é muito e fica melhor quando se faz o que se ama.
Parabéns.
#14 Queiroz 15-08-2010 04:27
um bom trabalho!
#13 LucianoRochaRoots 14-08-2010 20:15
Discordo com o maigo que disse que não tem nada de místico, é preciso se atentar às entre-linhas, porém concordo que é uma bela ficção.
#12 luizdomingosdeluna 08-08-2010 21:12
Quando estava na nave do Over sempre dizia para vocês que a nossa nave era a melhor, que não se preocupassem , pois nós, mesmo fora da terra teriamos uma viagem confortável. Na verdade creio que a viagem foi muito oportuna, inclusive confortavel também.

Fico feliz em você levar á lume que sou um Over, a nave sempre cheia de verdaeiros irmãos que hoje povoam, assim como eu - aquariano - o universo on line e todos com as mesmas caracteristica: a seriedade, a ética o respeito, e principalmentee o talento.
#11 luizdomingosdeluna 08-08-2010 21:03
Creio que inicialmente na minha nave OVER, pode com todos os meus colegas, inclusive, você a saltar desta realidade em busca de novas aventuras quando estou em Aquarius, sinto muito bem em meu planeta, na verdade meu berço natal, porém nunca irei esquecer que Terra / Over / Aquarius são sequencias especiciais que somente me dão alegria, aqui. O acidente que tive no Over me serviu para ter mais cuidado, principalmente aqui em aquarius, o campo gravitacional é sempre um problema, gostaria que todos os companherios do Over também conhecesse Aquarius.
#10 tania_martins 07-08-2010 16:27
Parabéns!
#9 celinavasques 07-08-2010 13:33
OVER MUNDO
#8 celinavasques 07-08-2010 13:32
COMO SEMPRE POETA ESCREVENDO MARAVILHAS!
Meus aplausos pra ti desde o WEBLINK!
És fantástico!

beijos meus!
#7 Alexandreschorn 07-08-2010 11:35
Uma maneira impar de ver e reltar as coisas parabens gostei muito nota maxima e estrelas,abração muito bom...
#6 Laurindo 06-08-2010 18:13
Não tem nada de místico no teu texto, Luiz. É uma bela ficção, quase científica.

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222