person_outline



search

A garota do segundo andar

Em uma madrugada chuvosa sinto o efeito da solidão.
Da janela vejo outras, a maioria deve estar dormindo mas ainda há algumas com luzes acesas.
Uma senhora com uma xícara que suponho ter café, uma mulher sentada na sala assistindo algum progama na televisão, e lá no canto um homen misterioso que nada faz, apenas olha o mundo, não fala, não se mexe, dizem que tem problemas psicológicos mas quem sou eu para julgar? Não me sinto normal.
Sou uma garota jovem que não se encaixa em lugar nenhum, que são sai, não conversa, não vive realmente apenas sobrevive a mais um dia.
Sou a garota do segundo andar.
A solitária.
Apaixonada por livros , história e arte.
Um mundo como esse, agitado, não serve para uma garota como eu; amante do silêncio.
Os livros são uma fuga, uma pré solução para uma questão maior; o vazio.
As lágrimas não mais ajudam. O medo do fracasso se torna insuportável,
O sentimento de não servir pra nada é sufocante.
O medo irreal do esquecimento é enlouquecedor.
Por fora uma máscara, por dentro a realidade.
Poucos são aqueles momentos de paz.
Pin It
Atualizado em: Seg 29 Abr 2019

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222