person_outline



search

E o teatro sobrevive!

A sua importância é clara, o seu poder de transformar é visível, mas ele possuí concorrentes de peso: a televisão, o cinema e o vídeo. Seu público, ainda indefinido, é pequeno, mas sua prática tem aumentado em todo o mundo.

Atualmente, seu poder é usado na formação do homem moderno. As exigências do mercado de trabalho, em constante transformação, buscam um profissional flexível, capaz de ousar e falar o que pensa... Um ser criativo!

O teatro, usado na educação desde a Antiguidade Clássica, vem ao encontro desta nova necessidade... Mas ele somente sobrevive, pois o comodismo, a massificação, nos impede de dar-lhe uma vida plena.

Estamos, infelizmente, acostumados com os enlatados televisivos e americanizados, e quando criamos coragem de alçar vôo e nos sentamos numa cadeira num teatro, encontramos dificuldade em aceitar a sua linguagem...

Uma peça de teatro é como um livro, permite que seu espectador cria suas próprias imagens! A televisão corrompe a nossa criatividade, pois determina as imagens que devemos ver...

Ao questionar o homem sobre os motivos de não ir ao teatro, às respostas são muitas, mas a verdade é clara, sentar na poltrona em casa diante da "TV" e não pensar é muito mais fácil! Mas onde fica o prazer? O prazer de pensar, de descobrir, de se transformar, de ser... Onde fica? É preciso darmos um basta na nossa formação de espectador passivo... No teatro somos um público sempre ativo, pensante, crítico, interagindo com o espetáculo, com os atores, com o texto da peça, com nossos valores e em dado momento, seja durante a peça ou em casa dias depois, transcendendo como ser humano.

Não é possível dizer que não se aprecia teatro sem nunca ter ido a uma peça ou ter ido poucas vezes... Não se sente prazer em ler lendo apenas um livro, o prazer vem da experimentação, da vivência...

Devemos ir ao teatro para mantê-lo vivo, mas, também, para nos mantermos vivos... O homem faz teatro desde a Pré-história... Seja num ritual de caça, seja para louvar os deuses... O teatro é inato ao homem!

Na Rússia, em dado momento da história, os espaços teatrais foram assumidos pelo Estado e suas portas foram abertas gratuitamente, o que fez com que as casas de espetáculos ficassem lotadas, não por aqueles que se dizem amantes da arte teatral, mas sim pelo povo, que nunca tinha adentrado suas portas... Povo, sim! Povo que aprendeu a se alimentar da essência teatral... Mas por onde anda o povo hoje em dia? Os espetáculos teatrais são caros, é uma verdade, mas também temos excelentes apresentações a ótimo preço... E ainda assim, um passeio nos shoppings parece ser mais atrativo... Não é possível! Precisamos abrir nossos olhos e ver... Vamos nos alimentar, sim, mas não em uma praça de alimentação de um shopping, mas sim num espetáculo vivo, ao vivo, que mais que matar a fome, acalentará nossa alma, nosso ser... Que o teatro sobreviva!
Pin It
Atualizado em: Qua 28 Jan 2009

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222