person_outline



search

"Novelas, Filmes e Músicas": Novelas latinas, parte 3, "Maria do Bairro", "A Usurpadora", "Kassandra" e "No Limite da Paixão"

1) "Maria do Bairro"
     A obra mexicana conta os desafios no caminho de uma jovem trabalhadora repleta de sonhos. Exibida pelo SBT em 1997. Recomendo também que pesquisem e ouçam o tema de abertura: "María la del Barrio" (Thalía), pois desde já vão compreender a atmosfera da obra!
     2) "A Usurpadora"
     1999 nos reservava mais uma excelente criação importada exibida pelo SBT! Assistir essa novela faz aumentar cada vez mais em minha alma a gratidão por ter a maninha que eu tenho! A coitada da Paulina não tinha uma irmã, tinha uma carrasca! Para resumir bem: Paola era péssima madrasta, esposa infiel, manipuladora... Tudo isso acompanhado por aquela risada! Praticamente uma cartilha viva do que não se deve ser! Enquanto Paulina ia enfrentando uma enorme dificuldade para assumir o papel da irmã no lar Bracho e sempre conseguia ajudar e perdoar a bandida. Sem mencionar o stress do resto da família de Carlos Daniel que já estava começando a achar que estava sofrendo alguma alucinação coletiva de tantas que são as mudanças que "Paola" sofreu depois de sua última viagem! Quando tudo vai se tranquilizando na casa e na empresa, adivinhem quem resolve aparecer e exigir seu lugar de volta...
     Terror psicológico típico de tramas mexicanas!
     Enquanto a obra não é reprisada novamente pela emissora... Sim, porque já foi exibida várias vezes e acredito que devido ao grande sucesso que continua conquistando, daqui a um tempinho retornará em mais algumas oportunidades à telinha... Aconselho que ouçam o tema de abertura, "La Usurpadora" (Pandora), para que quem é fã possa matar a saudade e quem ainda não viu já fique imaginando como é a novela!
     3) "Kassandra" 
     Perfeita criação! Repleta de tramóias e reveses!
     O SBT, em 2000, quebrando seu costume de exibir na maior parte das vezes produções mexicanas, trouxe essa novela venezuelana para sua programação! De vez em sempre me recordo dela! Em toda oportunidade que encontro de conversar sobre obras televisivas, comento sobre seu imenso valor, porque realmente aborda um Universo pouco explorado em novelas!
     Pelo que me lembro, no Brasil, por exemplo, a sociedade cigana só foi retratada de maneira mais prolongada em "Explode Coração", escrita pela Glória Perez! E vejo que é um povo que tem muito a compartilhar, que merece ter seu jeito de se comportar, suas crenças, enfim, sua arte, mais retratada para o grande público!
     No Brasil, seu tema de abertura era a versão em espanhol de "Amor Verdadeiro" (Só pra Contrariar) mas originalmente era a canção "Kassandra" (Jose Antonio Bordell).
     4) No Limite da Paixão
     Essa é uma novela que no México, seu país de origem, tem título de "Entre el Amor y el Odio", porém quando foi exibida no Brasil, pelo SBT, em 2004, teve o nome alterado. Aí está um casal que sofre muitos desencontros mesmo! E para pesar ainda mais o clima da trama, eles tinham que lidar com Frida e Maciel... A loucura desses vilões comparsas era algo para o qual a criatividade da autora parecia não ter limites! Os dois foram completamente psicopatas, do início ao final do folhetim!
     Aqui entre nós... A coisa que mais me dá agonia é quando os mocinhos da obra parecem que estão sob algum feitiço e que só os vilões raciocinam e conseguem ter sucesso no que planejam! Mas essa novela não era assim o tempo todo, felizmente! Otávio e Ana Cristina viviam às turras, mas claramente eram almas gêmeas! E de vez em quando até conseguiam tapear os vilões! Só que de uma hora para outra, tinham um surto de bobeira, de forma que quando a gente pensava que eles já estavam espertos, caíam nas armações mais previsíveis do mundo! Escutem a música "Entre el amor y el odio" (Ángel López) e sintam a energia da obra!
Pin It
Atualizado em: Dom 15 Abr 2018

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222