person_outline



search

Palavras

Palavras nem sempre são para ferir ou te importunar. Minhas palavras nunca saíram tanto de ordem quanto foram para você e eu me senti a mais perfeita tola, porque bem, você estava ali, me esperando sorrir, mas o que fiz foi usar minha mais poderosa armadura como proteção ao meu orgulho.

Mas pensando bem, minhas palavras também servem para serem usadas quando não as consigo dizer. Colocar para fora o que eu realmente queria e não fui forte o suficiente. Eu fui o que você não queria que eu fosse e agora estou te culpando por tudo.

Sendo estúpida.

Quantas vezes você decidiu me deixar pensar, mas eu jogava a chance fora, assim como suas promessas que eu recusava.

Agora somos apenas eu e você, mais distantes do que os espaços entre minhas palavras... Infortunas palavras. Como eu queria que não fosse assim.

Tudo tão despedaçado e você se distanciando cada vez mais com suas poucas peças em uma mão enquanto sua outra carregava seu pobre coração. Ele não merecia isso. Eu deveria ter pensado mais, percebido que estava indo longe demais.

Por isso não posso deixar que me deixe. Não posso te ver cruzar o limite porque não era o que eu queria. Por isso aceite meus braços enquanto corro de volta para você, atrás de você pronta para puxar seu coração sangrento e consertá-lo. E cuidá-lo para que nunca mais haja mais um novo buraco em você.

Porque minhas palavras marcam e desde que as escrevi em nossos sonhos passados, eu estava decidida a nunca deixá-lo ir. Porque minhas palavras mesmo que duras, também são duradouras.

Para sempre... Assim como nós.

Pin It
Atualizado em: Qua 9 Jul 2014

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222