person_outline



search

A tragédia que eu amei - Terceiro Capitulo: A adorável Sofia.

Rubinho era casado com Bianca e neste casamento teve uma filha a Sofia de Quatro anos.
Uma criança doce e adorável por todos, mas desde pequena foi constatado uma doença rara uma esclerodermia, uma doença que acaba com os tecidos.
 Rubinho e Bianca com ajuda dos amigos fizeram varias campanhas, e não cansavam de procurar médicos para uma explicação, afinal qual e o pai que não quer a todo custo à cura do seu filho. Eles não entendiam e se culpavam.
Bianca uma moça honesta trabalhadora, fizeram tudo certinho, planos para um casamento perfeito, se formaram, compraram casa, e depois o filho tão esperado. Uma menina linda Sofia chegava ao mundo para encantar toda a família.
A tragédia chega e não bate na porta ela simplesmente arrebenta. Sofia com seis meses de idade começa a aparecer manchas em seu corpo. O melhor pensando neste momento dos pais sempre é; Isso não e nada graças a DEUS deve ser uma alergia ou e da roupa ou da marca da fralda, lencinho umedecido enfim vamos trabalhar com as melhores alternativas.
Mas logo a menina Sofia começou a demonstrar fraqueza e mais manchas. Depois de vários exames vem à bomba “esta criança tem esclerodermia”.
Todas as crianças pela lei da natureza tem que ser lindas, perfeitas, filho e a dadiva de DEUS. Pensa de repente você tem uma noticia dessa.
Rubinho e Bianca perderam o chão, e começam a vivenciar esta doença. Rubinho como sempre um homem dedicado acompanhava de perto sua filha Sofia.
Dante e Claudio eram parceiros de Rubinho inseparáveis, faziam e participavam de tudo para melhorar a vida de Rubinho, ajudavam nas festas para arrecadar dinheiro, vendiam rifas, cobria o turno de Rubinho guando ele tinha que levar a Sofia no especialista e também para fazer os exames.
Com todo este problema rodeando, eles eram incansáveis sempre três grandes amigos e parceiros em tudo que faziam.
Mas naquele exato momento por um erro profissional, ou desespero cometeram um grave deslize que envolveu a vida de todos inclusive de Carlos o inocente desta historia.
Logo que chegaram a uma rua deserta e sem saída, desceram do carro e começaram a discutir sobre todos os erros, porque atirou no bandido no meio da multidão, porque deixaram o outro bandido escapar.
Eles totalmente ignoraram Carlos no banco de trás da viatura, e do outro lado Carlos chorava e queria saber o que ele tinha a ver com toda esta historia.
Mas o celular de Dante toca, Rubinho e Claudio começam a gritar: Atende logo esta porra.
Dante ainda abobado com tudo que tinha acontecido atende:
Era o enfermeiro do resgate, ele da o recado:
- Meus amigos, fizemos de tudo, mas o outro assaltante cujo identificamos o nome como: Luiz; acaba de falecer.
Raiva e desespero toma conta de todos no momento dante assustado diz:
- E agora o que vamos fazer, com essas idéias imbecis de vocês olha o que esta acontecendo. Porque paramos aqui:
(Silencio e desespero se misturam no rosto de todos).
Pin It
Atualizado em: Seg 16 Out 2017
  • Nenhum comentário encontrado

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222