person_outline



search
  • Trechos de Livros
  • Postado em

Introdução à Gestão Sustentável em TI

LivroIntrodução à Gestão Sustentável em TI

Primeiro Capítulo

1   Introdução

 

1.1   Objetivo

O estudo de caso apresentado neste livro tem por objetivo principal conceituar e demonstrar, através de um exemplo prático, uma proposta de implantação da cultura de uma gestão sustentável em TI (tecnologia da informação) em uma instituição fictícia e privada – a denominada popularmente, Gestão de TI Verde.

O livro apresentará inicialmente, os conceitos e as definições globais de sustentabilidade e desenvolvimento sustentável, que servirão como alicerce para facilitar o entendimento de todo o estudo.

Prossegue, ilustrando de forma a exemplificar, alguns problemas e situações cotidianas apresentadas em instituições privadas, e propondo, de acordo com uma cultura de gestão sustentável, ações, e ferramentas para solução destes problemas e das situações ilustradas.

Este conclui discorrendo, sobre a importância das instituições em adotar, rapidamente, de forma responsável e ordenada, uma cultura de gestão sustentável, evitando excessos e desperdícios nocivos ao meio ambiente.

Este estudo de caso, devido à grande extensão do tema, TI Sustentável ou TI Verde, não tem pretensões de mapear todas as suas práticas e ferramentas de gestão, se limitando apenas ao escopo proposto, para resolução de alguns problemas e situações exemplificadas de uma instituição privada e fictícia.  


1.2 Justificativa do Tema

A TI Verde, como vem sendo popularmente denominada, a cultura de gestão sustentável em tecnologia da informação, é atualmente uma tendência global, que visa principalmente reduzir no meio ambiente, entre outros objetivos, os impactos da utilização desenfreada dos  recursos tecnológicos.

Com a crescente disseminação, e o amadurecimento progressivo do conceito de TI Verde, começaram a surgir a partir do século XXI, melhores práticas de gestão que focam na forma como a TI é executada dentro das instituições.

A partir do surgimento destas melhores práticas, as instituições começam a ter ferramentas que as possibilitam entender e ter uma percepção maior, de como seus clientes, fornecedores e colaboradores, as visualizam em relação aos impactos ambientais causados por seus produtos e/ou processos.

Passam a entender também que este é o momento de se adotar na íntegra os conceitos e a cultura de TI Verde, não olhando apenas para uma ou outra iniciativa individual, e sim tendo uma visão holística do impacto ambiental da TI, na organização como um todo.

Atualmente grande parte das instituições imerge em tecnologia da informação em todos os seus departamentos, e setores, com isso a adoção desta cultura deve ser integral.


1.3 Metodologia

Neste estudo utilizamos como fonte principal de consulta, meios eletrônicos, além de bibliografia proveniente de livros especializados no assunto.

A pesquisa classifica-se como descritiva, por não ter a influência do autor, e tendo como premissa apresentar através das melhores práticas já estudadas, soluções aos problemas apresentados no caso prático.

O estudo realiza uma revisão literária acerca do tema, apresentando conceitos e ferramentas, e um caso prático, onde ilustramos inicialmente a situação atual de uma determinada instituição fictícia e privada, e posteriormente as propostas apresentadas para uma melhor gestão sustentável da tecnologia de informação, inserida em todos os seus departamentos e setores.


1.4 Conteúdo dos Capítulos

O primeiro capítulo é destinado realização de uma introdução sobre o conteúdo do estudo.

O capítulo dois descreve, de forma sucinta, os conceitos de sustentabilidade e desenvolvimento sustentável, também de forma resumida, apresenta os principais marcos históricos referentes aos temas supracitados.

O capitulo três, contextualiza o termo principal deste estudo - TI Verde, classifica as suas práticas de gestão, informa de modo a exemplificar, a importância do tema, alguns dos recentes números coletados em diversas pesquisas das mais variadas fontes, e termina listando e exemplificando algumas ferramentas e práticas que poderiam e deveriam ser adotadas pelas instituições, que visam uma melhor gestão sustentável.

O capítulo quatro se destina ao inicio do estudo de caso, nele é apresentada a empresa fictícia que servirá de base para este estudo, esta empresa e suas características estarão representando as demais empresas privadas nacionais, neste mesmo capítulo além das características já mencionadas da fictícia empresa, o estudo também estará apresentando a situação atual, elencando e exemplificando apenas cinco situações que poderiam ser trabalhas e melhoradas através de uma boa gestão sustentável.

O capítulo cinco encerra a parte do estudo de caso, propondo soluções, através de ferramentas ou boas práticas de gestão sustentável, para as cinco situações consideradas problemáticas, apresentadas no capítulo anterior.

O estudo se encerra no capítulo seis, com as considerações finais, contendo críticas e sugestões de aprofundamentos em sub-temas e de novos trabalhos a serem desenvolvidos acerca do tema TI Sustentável ou TI Verde.

Pin It
Atualizado em: Qua 8 Out 2014
  • Nenhum comentário encontrado

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222