person_outline



search
  • Trechos de Livros
  • Postado em

VOCÊ É INVERTIDO Capítulo 2 - Apontamentos Claros de Funcionamento

Capítulo 2 - Apontamentos Claros de Funcionamento

Ainda no processo de desnudarmos a sua "maledeta", vamos continuar deixando-a de bunda de fora. E realmente é chocante um indivíduo de 30, 40 ou 50 anos em diante, descobrir que dentro dele há um monstrinho que faz o que quer e o faz funcionar de maneira invertida, ou seja, completamente oposta à sua essência.

Vamos a alguns exemplos cotidianos que mostram claramente as inversões: quando você sente alguma raiva, repulsa ou decepção por alguém, você tende a sentir e dizer coisas sobre o indivíduo. Por exemplo: O fulano me magoou. A maledeta coloca a culpa no fulano, ou seja, a maledeta justifica que o fulano lhe trouxe a mágoa. Mas cá entre nós, sejamos honestos: quem fica magoado com alguém ou algo, só fica porque a mágoa está dentro dele mesmo, ou melhor, ninguém insere a mágoa dentro de você. Mas se você é vulnerável aos apelos promovidos pela sua persona, é evidente que você irá senti-los e culpar alguém ou algo exterior.

Um outro exemplo: Um indivíduo que diz combater o racismo. A sua persona jamais o permitirá admitir que ele alimenta o racismo e se comporta como aqueles, ou as situações que ele diz combater. E não importa agora tratarmos da solução disso, que é muito simples, e não é agora, porque neste momento o racismo é um mero exemplo.

O racismo está dentro daquele que o combate, e isso independentemente do comportamento vitimista daqueles que pensam que combatem. O que tem que ser reconhecido é que se você não gosta, odeia, combate, reage, ataca, se opõe ou sente-se incomodado, é porque aquilo que promove a sua reação está dentro de você. E a parte mais difícil é você reconhecer que isso é "normal e nobre" aos olhos da maledeta e de quase toda humanidade deste planeta. E que você, desde que este mundo é mundo, funciona de maneira invertida, ou seja, combatendo e reagindo. O mesmo acontece com todos os meios educativos e formas de relacionamentos. E combater e reagir na verdade ALIMENTA, fortalece e evidencia o que justamente pode e deve ser ignorado. Lembre-se que eu disse que há uma solução muito simples (mas neste momento a maledeta está criando um drama gigante para complicar o óbvio).

Quem odeia algo ou alguém é porque tem o ódio dentro de si. E ninguém pode negar, pois ele é manifestado quando o indivíduo diz que odeia. Isso é tão óbvio e tão claro, pois o ódio sai da boca de quem o manifesta, ou seja, de dentro do indivíduo. E da mesma forma se dá com os combates de causas sociais. Todas, sem exceção. Estes são apenas alguns exemplos.

Calma, eu sei que neste momento você está se recuperando de uma imensa descarga elétrica por constatar que além do seu monstrinho chamado maledeta, você constatou que ao redor de você há muitos monstrinhos dentro de pessoas que se dizem boas, caridosas, simpáticas, etc.

Sim, eles também estão invertidos. Vamos ampliar a realidade relembrando uma citação que está no início desta leitura:"Então quando eu digo "você", eu me refiro ao modus operandi da maioria absoluta desta humanidade."

Este é o motivo do choque, e claro, a maledeta é burra, sobretudo previsível, pois ela vai analisar para que você veja a sua conclusão: Num planeta de mais de 7 bilhões de humanos, por que somente você e pouquíssimos estariam “certos” e toda a massa estaria “errada”?

Pegar pesado através de chantagens é uma prática comum da maledeta, ela às vezes se disfarça do que é conhecido como "consciência". E todos os apelos, questionamentos, dúvidas, receios e, principalmente, a arma chamada "medo", tudo isso a maledeta usa disfarçada de consciência.

E é por tudo isso deixar rastros e ser simples de observar que eu a chamo de burra e previsível.

Agora voltando a falar do choque de realidade, entre muitas coisas ele promove o que podemos chamar de remoção das cortinas do teatro. E chamemos este teatro de "vida invertida".

Bem, logo no início, juntos, pudemos constatar que a persona faz você funcionar permanentemente de forma analítica, ou melhor, de forma conveniente aos seus interesses. E o "você", mais uma vez lembramos que se trata do modus operandi da humanidade. Agora, observe que todos funcionam da mesma maneira, e este funcionamento de julgamentos e escolhas do que é sempre melhor para você, querendo ou não, é um funcionamento egoísta. Será que agora você entende porque este mundo é um caos? Que enquanto você (humanidade) funcionar assim, haverá lutas, causas miseráveis, diferenças em todos os sentidos, certo e errado, bom e mau, bem e mal, feio e bonito e todas as formas de comparações que levam ao que podemos chamar de funcionamento de dualidade.

O funcionamento de dualidade promove guerras. O funcionamento de dualidade promove dor, sofrimento e miséria. Mas também promove festas e alegrias efêmeras. A maledeta adora as variantes efêmeras, e ela fez alguns "bobinhos" – que vocês consideram filósofos ou referências de pensadores e intelectuais – dizer, e vocês concordam, que a vida é linda e maravilhosa por seus altos e baixos, pois é assim que se aprende. Cá entre nós: aprende a ser um estúpido cada vez mais invertido.

Desde que você começa a ser educado numa instituição escolar, dizem para você que pensar é nobre, é maravilhoso, é uma forma de tornar-se inteligente. E quem disse isso? Uma cambada de invertidos que sequer desconfiam que são suas personas que afirmam isso. E como já falei por aqui, tudo é tão simples, é tão claro, mas a sua persona jamais te deixou ver.

Vamos a mais dois pequenos e simples exemplos:

Vocês valorizam o desenvolvimento da mente.

Eca!

A palavrinha é: "mente".

Então conjuguemos um verbo bastante conhecido:

eu - minto

tu - mentes

ele - mente

Cambada de mentirosos! Desenvolva a sua mente ou desenvolva a sua mentira? E quem usa a sua mente (mentira)? A sua persona "mente" constantemente, é claro.

O outro exemplo é quase um sinônimo, mas acontece a mesma farsa. Eu falo do: "mental".

O que é omental? Ele é amentira daalma, e neste caso é a persona disfarçada fingindo-se linda e pura, pois ela engana-o dizendo que a sua alma é essa ilusão.

Você viu como é fácil mostrar o seu funcionamento invertido? Este mesmo funcionamento que é ensinado nas instituições educativas, e o mesmo que você recebe no seio da sua família. Mas o pior é o funcionamento exigido por uma humanidade que se diz moderna e inteligente.

Dê-me intelectuais e filósofos que eu te mostro idiotas.

Ouvindo-os ou lendo-os, qualquer um que chegou até este ponto desta leitura já enxerga com muita clareza os absurdos invertidos semeados e tomados como ideal para uma humanidade. E o que eles são? Personas maledetas desenvolvidas no seio da burrice e da estupidez. Pobres invertidos.

Repito a frase:"Dê-me intelectuais e filósofos que eu te mostro idiotas”.

Esta afirmação está ao alcance de qualquer um que reconhecer o seu próprio funcionamento até o presente momento. Isso não é um privilégio, isso é tão simples, tão óbvio, pois está para todos que removem as cortinas do teatro. E não adianta me ler mil vezes, decorar e concordar com tudo limitado à teoria. Cada um tem que remover as suas cortinas. Cada um tem que viver a descoberta da sua persona, da sua maledeta. Sem isso, nada feito.

Pin It
Atualizado em: Ter 12 Mar 2013
  • Nenhum comentário encontrado

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222