person_outline



search
  • Poesias
  • Postado em

O amor

Aos que procuram o amor 
Sempre rodeados de gente
Mas ao mesmo tempo tão sozinhos
em suas vidas vazias

Conversam com muitos 
E para tapar o buraco em seu peito
Cada vez com mais jeito
Acendem fogueiras pelo caminho 
Feito beiras de estrada
Duram por pouco tempo
Mas que alimentam sua alma
E por consequência vicia sua carência pelo amor

Onde amar é raridade
Amar é sentir saudade
Demonstrar é para fracos
Fortes escondem seus sentimentos
Para que não possa dar certo 
Medo de terminar é mais forte do que o de começar
Bem vindo ao século XXI
Brigam e erram por coisas tolas
Perdoam e esquecem
“Todos merecem uma segunda chance”
Eles dizem
Mas quando o erro grave bate a porta
Fecha na cara e grita para ir embora
O perdão não vale a segunda chance
Desistem sem lutar
E deixam o amor ir embora com medo de se machucar
Sim,isso é apenas uma fogueira,uma brasa
Numa hora rasa

Quando encontram sua viagem em outra pessoa
Suas conexões se encaixam
Seus corações se entrelaçam
Seus universos se abraçam
O incêndio começou,você encontrou
E ai você a perdeu
Algum dos dois errou,ou os dois erraram
Vocês se perderam e nunca mais se encontraram
Se odiaram depois de tanto se amar
Em meio a tantas noites a chorar
E agora nada restará,nada restou 
Voltaram ao início de tudo
Nas noites tentam encontrar pessoas 
Que preencham seu vazio 
Que tenham seus detalhes
Que sintam seus mesmos toques
Que seu antigo amado sentia
e vivia
Que eles apenas se encontrem
ou que apenas encontrem...
Pin It
Atualizado em: Sáb 26 Ago 2017
  • Nenhum comentário encontrado

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222