person_outline



search

literatura contemporânea

  • Via Láctea

    Família

    Grito materno cármico

    A aconchegância da nossa galáxia.


    Poema do meu primeiro livro de poesias, Átomo, lançado em dezembro de 2018, com prefácio de Rafael Cortez e apresentação de Thomas Pescarini e disponível em formato físico e ebook na Amazon.
  • VIDA

    Se você nascesse de novo,
    O que faria pra melhorar?
    Erraria tudo outra vez?
    Tentaria mais acertar?

    Falaria menos que antes?
    Tentaria a Deus encontrar?
    Largaria o fumo e o álcool?
    Deixaria a vida levar?

    Aproveite o tempo que resta,
    Já pensou não podes voltar?
    Deixe tudo bem arrumado,
    Para o outro que vai chegar.

    Trocaria as noites em claro?
    Dormiria sem hesitar?
    Transaria só com quem ama?
    Amaria só para transar?

    Viveria cada momento,
    Sem um dia desperdiçar?
    Pouparia cada moeda,
    Esperando a morte chegar?

    Aproveite o tempo que resta,
    Já pensou não podes voltar?
    Deixe tudo bem arrumado,
    Para o outro que vai chegar.
  • Vírus

    Me percebo algo
    novo
    como o balir de um olho
    berra
     
    Um pouco me molha
    chovo 
    tomo 
    o que vem com a chuva
    me enterra
     
    A paz que está por vir
    não vence o mundo
    mas derrota a guerra
     
    Não vá para onde insistir
    Reinicie o que te encerra
     
    Há na Lua onde dormir
    assim como o ar
    ainda há na Terra
     
    Ainda que eu me possa ouvir
    olhar pra mim não me diz:
    Enxerga
     
    Se eu quiser eu sei dormir
    Se não quiser
    o que eu fizer me ferra
     
    Eu quase sei pra onde ir
    mas nunca vou
    Quem vai lá me erra.
     
    A idéia que eu me dou
    me guia,
    e me caminha às vezes.
    Não me carrega.
     
    A fé na mente do CRIADOR
    domina a confiança 
    na minha.
    E é cega.
     
    Há pés, semente
    dor,
    futuro,
    lembrança sozinha
    e entrega


    Se DEUS for flor
    quem é o que rega?
  • Viver o quê? Viver de quê? Viver porquê?

    O mundo é tão complicado
    As pessoas são tão confusas
    Felicidade!
    Todos buscam, todos buscam...
     
    A vida é tão curta
    Os dias passam rápido
    O tempo é escasso
    Não temos tempo a perder
    O tempo não para
    Vamos viver!
     
    Viver o quê? Viver de quê? Viver porquê?
    Vamos me fale! Pra quê viver?
     
    Viver a ignorância predominante do nosso país?
    Viver a miséria e a violência que deixa o nosso povo infeliz?
    Viver a deficiência do ensino público?
    Viver com fome, demente e imundo?
    Viver num país de terceiro mundo subdesenvolvido?
    Viver a blasfema “de um mundo melhor” na boca dos políticos?
    Viver jogado nas praças, debaixo dos viadutos, marquises e vielas?
    Viver a vida bastante iludida de uma novela?
     
    Viver o quê? Viver de quê? Viver porquê?
    Vamos me fale! Pra quê viver?
     
    Vamos viver o que há para viver
    Viver o momento presente
    Deixar que o coração e a mente ame incondicionalmente
    Vamos nos preencher do mais infinito amor por todas as criaturas
    Praticar a benevolência para com o mundo todo
    Porque somente quando amamos é que percebemos a importância do viver
     
    Vamos me fale! O que há para amar?
     
     
    Amar é ter respeito
    É sentir dentro do peito
    É abster-se de todas as facetas do preconceito
     
    Amar é cuidar do bem estar de todas as coisas
    É não possuir, mas, de ser possuído
    É olhar para uma árvore e não vê só uma árvore
    Vê raízes, folhas, tronco, chuva, solo e Sol
    Em um relacionamento contínuo e a árvore aflorando dessa relação
     
    Amar é olhar para si mesmo e para outra pessoa e vê a mesma coisa
    Árvores e animais, humanos e insetos, pedra, flores e pássaros
    Todos unidos na mais perfeita harmonia
    Dando origem a todas as coisas vivas
     
    A pessoa que ama é compreensiva com sua gente infantil
    Em seu olhar não há malevolência
    Quando é agredido e ofendido escreve na área
    Para que o rancor e o ódio do seu coração
    Sejam apagados facilmente pelas ondas do mar
    E os benefícios que recebe escreve na pedra
    Para que sejam lembrados para todo o sempre
     
    Amar é saber que a Terra é um ser vivo
    Um gigantesco ser consciente
    Sujeito às mesmas forças que nós
    É saber que este grande ser é a nossa mãe, e assim, respeitá-la
     
    Sabendo disso!
    Sabe-se que todas as coisas vivas são irmãos
     
    Cuidando delas!
    Estaremos cuidando de nós mesmos
    Dando a elas!
    Estaremos dando a nós mesmos
    Ficando em paz com elas!
    Estaremos sempre em paz, em paz com nós mesmos
     
    Vamos viver o que há para viver
    A felicidade brota do agora
    O entendimento está no momento presente
    Na nossa vida cotidiana
    Caminhando passo a passo ao nosso lado
     
    Viver cada minuto como se fosse o ultimo minuto de nossas vidas!
     
    Não importa o lugar
    Não importa a condição
    Viva! Viva o momento presente!
     
    Porque a vida é curta
    Os dias passam rápido
    O tempo é escasso
    Não temos tempo a perder
    O tempo não para
    Vamos viver!
     
    Sem “o quê?”, sem “de quê?”, sem “porquê?”
    Sem se perguntar “pra quê viver?”

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222