person_outline



search
  • Artigos / Textos
  • Postado em

Três hebreus na fornalha

Recebi do grande Deus um sonho; um sonho muito especial, pois havia uma estátua a qual nunca havia visto e nem imaginado. E esta estátua era sobre muitos reinos, inclusive o meu grande reino. Mas, alguém comentava por ai, que este meu grande reino, iria cair... Mentira!
            Nunca um deus ira acabar com meu reino, eu sou o grande rei.
            Mas com o passar do tempo, um jovem do meu reino, um escravo mudou a minha cabeça. Ele me fez ver as coisas de outra forma.
            Daniel como ele gosta de ser chamado, mas eu coloquei seu nome de Belsazar, me influenciou por algum tempo, ainda mais depois que ele revelou o meu sonho e sua interpretação. Com certeza aquele jovem tem poderes especiais que ele alega ser dádivas do Deus do céu.
            Mas eu o grande rei, o majestoso, não posso ser influenciado e persuadido por um escravo, um servo. Como posso ter apenas um Deus? Eu tenho que ter muitos, eu posso ter tudo o que sempre quero. Esse jovem mesmo, me revelou que sou a cabeça de ouro, o topo, o melhor...
            E meus sábio, meus conselheiros me sugeriram fazer essa grande estátua, para que meus súditos pudessem presencia-la e adora-la.
            Mas pensando bem, vou fazer essa grande estátua sim e eu sendo a cabeça, feita de ouro, decido fazer toda a estátua desse metal, pois sou o maioral, o grande rei... Isso significa que meu reino será eterno.
            Convoquem a todos, toda a terra devera saber do meu grande poder, vamos exaltar Babilônia a todo o mundo.
Aquele meu súdito, que interpretou o sonho de maneira diferente, com certeza está errado. Como era mesmo o nome dele... há sim, eles o chamavam de Daniel.
 Do meu rico tesouro, de todo meu ouro, ordeno fazer uma estátua idêntica à do sonho, mas ao invés de somente a cabeça ser de ouro, mando faze-la toda em ouro.
Algum tempo depois...
Olhem como os caldeus ficaram maravilhados com esta obra, nunca ninguém fez algo parecido.
Finalmente chegou o dia, é hoje a grande inauguração da estátua; tem pessoas de todos os lados do reino, tudo para adorar o grande rei e terão uma grande surpresa ao verem a tão bela estátua preparada por mim.
Eu ordeno que todos estejam aqui. E aqui na frente, perto da estátua, a grande estátua que eu mandei construir, fiquem os músicos, toda a orquestra e quando tocarem a música real, ordeno que todos, todos ajoelhe-se e adorem a minha grande estátua.
Ahhh, como é maravilhoso ver todos se prostrando a estátua que mandei construir. Sou o grande rei.
O que? Nem todos estão prostrados? Você é louco servo? Quer que eu mande executa-lo imediatamente? Não há um louco no reino que faça isso em sã consciência.
Quem ousa não adorar a grande estátua?
Você está me falando que existem três homens que se recusam a se curvar e adorar a grande estátua? Eles ainda não adoraram a minha grande estátua?
Isso é impossível. Como pode? O que devo fazer? Deixa-me pensar... que tolos. Como assim não querem adorar? Inaceitável.
Servo, servo! Servo... quantas vezes um rei deve chamar seu servo para ser atendido...
Sim majestade, diz o servo, apreensível e com medo do rei neste momento.
Logo eu coloquei esses jovens em teste, porque mostrei para eles onde eles iriam se me desobedecessem. A minha grade fornalha.
Mas verdadeiramente, quando vi esses jovens, percebi algo diferente neles, eles não eram como as outras pessoas.
Mas minha palavra não volta atrás. Aqueles homens deveriam ir a fornalha de qualquer modo. Pois o grande rei já havia dito isso.
Eu estou com muita raiva desses jovens, que ousam desafiar minha palavra. E eles foram lançados na fornalha imediatamente.
Mas eu não posso crer! Isso é impossível... Como pode? Eu devo ter bebido vinho, ou estar fora de mim.
Olhem, olhem bem. Vocês veem o que eu vejo? Não é possível.
Eles não se queimam. Eles não se queimam? É isso mesmo? Estão andando?
Eu vi os três homens caminhando dentro da fornalha, como se estivessem do nosso lado, o fogo não fazia nada com eles.
Meu rosto ficou pálido, desci do trono para chegar mais perto. Ainda não podia crer.
Foi então que vi quatro homens caminhando na fornalha, em meio ao fogo.
Minhas pernas tremeram, senti um calafrio. Abro mais os olhos, para não ser engando diante de todo o reino.
Sim vejo quatro pessoas, e o quarto tem a afeição do Filho de Deus. O Deus de um servo antigo meu.
Saiam daí, estão me ouvindo? Sadraque, Mesaque e Abdenego? Vocês estão vivos? Podem me ouvir? Saiam imediatamente.
É verdade. Vocês não se queimaram. Foi o seu Deus. Foi o seu Deus não é mesmo?
Passado a euforia do momento, todos comentários... a grande estátua antes construída, foi esquecida.
Eu espalho esse fato em todo o reino, porque todos tem que conhecer esse quarto homem, que tem a afeição do Deu Vivo.
Em todo o tempo, nunca vi um deus agir com tanto poder. Verdadeiramente o Deus desses três jovens, é o Deus verdadeiro.
Eu liberto esses servos fiéis, e esta notícia se espalhou muitos lugares, pois a notícia da grande estatua de ouro foi substituída por esse grande milagre.
Pin It
Atualizado em: Sáb 15 Jul 2017
  • Nenhum comentário encontrado

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222