person_outline



search
  • Diversos
  • Postado em

Herói de Ficção

Mais uma vez flagro-me questionando
E à medida que as coisas vão mudando
Percebo que solitário estou me tornando
Assim, aos poucos vou me frustrando

E esse sentimento tão frustrante
Ao mesmo tempo parece tão repugnante
Toma conta de mim de maneira constante
Tão expresso em meu semblante

À medida que olho para trás
Sinto que de nada sou capaz
De pensar que no futuro eu seria perspicaz

Onde foi parar toda essa capacidade?
Foi esvaecendo com a idade?
O mundo real te esbofeteia com suas verdades
Situações na vida em que não há piedade
Seria essa, a grande realidade?

Perde-se a ilusão de ter a maravilhosa vida adulta
Onerando-se assim, a primeira grande multa
Com tudo isso, minha mente surta
Estou sendo fraco, em meio a essa luta

Tudo que faço, parece ser do pior
Em nada consigo ser o melhor
Encaro a vida como se fosse uma competição
Minha mente divaga em repetição
No fundo, queria ser o herói de filme de ficção

As pessoas me idolatrariam
Muitos autógrafos eu daria
Através de mim, muitas vidas se salvariam
Mas há situações em que não existe piedade
O mundo te esbofeteia com suas verdades
Seria essa, a grande realidade?
Mais uma vez estou divagando
Mais uma vez flagro-me questionando
Assim, aos poucos vou me frustrando.
Pin It
Atualizado em: Seg 7 Ago 2017
  • Nenhum comentário encontrado

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222