person_outline



search
  • Poesias
  • Postado em

Dançado Ventre

Sobre meu corpo, Serpente Divina
Nasce um encanto, prazer profundo
Á minha dança, respeito e deslumbro 
No minha veia a arte presente
Quantos mistérios, oh! Dança do Ventre
Venha comigo meu lindo Samuel 
Desliza no meu corpo meu branco meu véu 
E em cada passo ao povo mostrar a dança do fogo da água e do ar
Decifrar cada nota, da música da arte do tempo e do vento
Minha dança um culto um respeito e um movimentos
Meu tempo, minha fonte, meu crescimento
Minha Dança do Ventre
Pin It
Atualizado em: Sáb 12 Ago 2017
  • Nenhum comentário encontrado

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222