person_outline



search
  • Poesias
  • Postado em

Os facínoras

A ampulheta vai esvaziando
A incerteza vai aumentando
A confiança vai e vem
A desconfiança também
Os valores vão mudando
E todos seguem andando
Os facínoras descendem
Frente aos que ascendem
E têm a frágil ilusão
De que jamais morrerão
Os facínoras podem descender para sempre mas jamais serão imortais.
Pin It
Atualizado em: Qua 2 Ago 2017
  • Nenhum comentário encontrado

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222