person_outline



search
  • Prosa Poética
  • Postado em

PEDAÇOS DE PALAVRAS I (Oração)

Quando tu vires a tarde triste,
E o céu triste a chorar.
As nuvens escuras bradando,
Como uma tormenta no mar.
Não se assuste com o horror…
Sou eu que choro de dor…
Por não poder te beijar.


Pois sei que esse teu beijo,
Tem o fogo de um vulcão.
O calor do sol em brasa,
No pino quente do verão.
Que com eles na minha boca;
Sinto uma coisa tão louca;
Ferver no meu coração.


Mas você pode dar fim,
Nessa minha solidão.
Pode me trazer esses seus olhos,
De sol sobre o mar.
Em fim de tarde de verão…
Pois são eles que eu vejo…
Aumentando o meu desejo…
Como lua no sertão.


Pois isso se você me trouxer os teus beijos,
pra encontrar meus desejos...
Com minha verdade eu te prometo,
Te entregarei cheio de amor,
Meu adorável coração.
Pin It
Atualizado em: Dom 6 Ago 2017
  • Nenhum comentário encontrado

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222