person_outline



search
  • Crônicas
  • Postado em

Subtendido

Estava me olhando no retrovisor, e via alguns pelos timidamente nascerem em meu queixo.
- Não vejo nada.
- Calada. - respondi, acariciando minha tão recém-nascida "barba".
- Ai ai, você parece ser do tipo que faz amor de costas.
- Besta. - disse, e comecei a rir.
- Bumbum guloso.
- Para. Bumbum guloso, de onde você tirou isso?
- De algum lugar – disse, me encarando com um olhar que alegrou minha alma.
Nós sorrimos, e depois ficamos calados. Eu não estava inquieto, nem ela, eu sentia isso. O para-brisa sempre limpava a frente das gotas de chuva, e os sons de carros no meio da noite preenchiam o vácuo. A rádio anunciava a renúncia de Michel Temer. Eu estava bem. É incrível quando encontramos alguém com quem podemos compartilhar juntos momentos onde o silêncio é mais prazeroso que palavras. Que irônico da natureza, a ausência de sons também afeta a psique humana.
- Eu devia ter te conhecido antes – desabafei.
Ela corou. Eu vi isso nela. Eu também tinha o poder de afetar ela.
- Nossa, vindo de você é diferente. As outras pessoas que já me disseram isso nem falam mais comigo.
Amor, ódio, qual a diferença mesmo? Algumas coisas parecem diferentes, como fascistas de esquerda e direita, mas todos sabemos que são iguais. Eu sei que no fundo não amo ela em si, mas a forma como ela faz eu me sentir. Uma sensação que logo vai ser
enjoativa, cujo brilho vai ter apagado há muito, e assim, eu serei outro a ignora-la. Não entendo quando olham com desdém para aquele que ama com interesse, já que não existe outro motivo para fazermos algo. "Ele critica severamente por fama", e dai? Pessoas ajudam outras por interesse. Somos interesseiros, de objetivos diferentes, onde buscamos nos entorpecer com as mais diversas drogas, dos mais diversos gostos. A mesma coisa que faz as pessoas fazerem caridade é mesma que faz um maníaco matar: o prazer. Somos um corpo que reage à estímulos diferentes, e nada somos além disso.
- Qual seu grande estímulo? - perguntei.
- Você quer da uma de behaviorista agora?
O meu é você, que fique subtendido.
Pin It
Atualizado em: Dom 18 Jun 2017
  • Nenhum comentário encontrado

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222