person_outline



search
  • Sonetos
  • Postado em

SONETO Abandono II

Agora é noite,
Tudo é tédio,
Solidão e amargura na minha vida.
Meço o céu na esperança de acertar uma estrela das tantas lá existentes,
Mas elas se escondem de mim atrás de uma nuvem qualquer.
Porque será que elas se escondem?
Se apagam!
Se misturam com nuvens de chuva que dentro em breve irão chorar como eu.
Foi-se a noite com a lua e as estrelas,
Agora é dia.
Espero pelo sol que também se esconde de mim,
Se recusando a aparecer para não me ver chorando.
Parece que todos eles,
Sol,
Lua,
Estrelas
E até as nuvens,
Sabem que estamos separados.
Pin It
Atualizado em: Ter 8 Ago 2017
  • Nenhum comentário encontrado

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222