person_outline



search
  • Pensamentos
  • Postado em

Filosofar não é para qualquer um

Imagem relacionada

Atualmente existe o conceito de que filosofar é algo fácil e, portanto, qualquer um pode ser filósofo, basta escrever uma frase clichê ou sem fundamento em um guardanapo, tirar uma foto e postar em alguma rede social. Se fizer sucesso, parabéns! Você é um novo filósofo contemporâneo aos olhos da massa de pessoas que compartilham da mesma concepção. Porém, nada disso muda o fato de que na realidade, filosofar não é tarefa fácil, se não acredita faça o teste, tente ser como os filósofos da antiguidade os quais não tão somente pensavam, mas comprovavam seus pensamentos nas mais diversas áreas, como nas ciências exatas e humanas. De forma a contribuírem com a evolução do conhecimento humano naquela época, e consequentemente até os dias de hoje.

É tão difícil se imaginar na posição de gênios como Sócrates ou Aristóteles, por exemplo, porque eles viviam pelo amor a filosofia, e nós mal conseguirmos viver por amor a si próprios. Assim como Sócrates que com sua tamanha sabedoria, não renunciou aos seus princípios filosóficos, mesmo sabendo que seria condenado a morte. Para Platão, todo comportamento ou manifestação física precede a ação de um pensamento, ou seja, de acordo com ele, os pensamentos são como sombras que de tanto alimentá-las, acabam se exteriorizando em comportamentos por vezes inconscientes. 

Nessa premissa, encontra-se a necessidade de reflexão, será que todos nós nascemos filósofos? Partindo da dialética platônica, teoricamente sim. Contudo, é algo que está latente dentro de cada ser humano, o que se faz necessário um trabalho intenso de constatações a respeito de si mesmo. Pois, Sócrates já dizia, que para se ter uma vida que vale a pena ser vivida é preciso, sobretudo, conhecermos quem realmente somos, de maneira análogo á máxima do Oráculo de Delfos ''Conheça-te a ti mesmo''. Somente assim, será possível uma análise filosófica de tudo que é externo a nós, uma análise livre de amarras do preconceito e do senso comum responsáveis por nos distanciar da verdade.

Convém lembrarmos que, há fatores os quais influenciam a formação dos nossos pensamentos , a maioria das vezes, através de qualquer propagação de informação, que pode está contida nas músicas que escutamos, nos filmes que assistimos, nos livros que lemos, e até mesmo nas redes sociais que acessamos. Somos estimulados a termos determinados tipos de pensamento que alimentam nossas sombras interior, como um vírus que se instala e nem se quer nos damos conta disso. Porque o problema não está nas músicas, filmes, livros ou redes sociais, o problema está em absorver toda e qualquer informação, sem qualquer critério de seleção

Segundo Platão, toda essa gama de informação que temos contato afetará diretamente quem somos, fazendo com que seja cada vez mais comum, não sabermos diferenciar o mundo sensível do mundo inteligível, nos sentirmos perdidos em nós mesmos, alheios aos nosso destino como se todos estivessem vagando em alto-mar, sem saber a onde realmente desejam chegar. Em síntese, após tanto anos é possível observar que ainda vivemos na Caverna de Platão, sujeitos as sombras e ilusões, nos contentando com menos do que o pouco, com medo de refletir sobre o que se apresenta como absoluto e incontestável, ainda vivemos com medo da verdade. 

A fim de finalizar essa divagação, trago um fragmento de reflexão do famígero filosofo racionalista René Descartes, em suas próprias palavras:  ''(...) Não nos tornaríamos filósofos por ter tido todos os raciocínios de Platão e Aristóteles, sem poder formular um juízo sólido sobre o qual nos é proposto. Assim, de fato, pareceríamos ter aprendido, não ciências, mas histórias. 
Pin It
Atualizado em: Sáb 1 Abr 2017
  • Nenhum comentário encontrado

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222