person_outline



search
  • Poesias
  • Postado em

Cheiro de saudade

Nessa terra, onde plantei rosas,
Onde pisei meus pés descalços,
Onde vivi dias felizes,
Onde senti o cheiro do mato.
Onde o verde, que hoje é cinza,
Cultivou muitos olhares,
Onde tem uma casa velha,
Que hoje vejo com saudades.
Ali eu nasci, e cresci,
Dali meus pais me enviaram,
Para uma cidade estranha,
E voltei para essa terra,
Enquanto caia a chuva,
E somava com minhas lágrimas,
Cada gota que caia.
E o cheiro da terra molhada,
Como num presente sonho,
Restam apenas lembranças,
Quando tudo se vai,
Restando apenas eu,
Como meu cheiro de mato,
Meu gosto pela terra
E molhada pela lágrima.
Pin It
Atualizado em: Ter 11 Abr 2017
  • Nenhum comentário encontrado

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222