person_outline



search
  • Contos
  • Postado em

Diagnóstico

Embriaga-se, dá vexame e, sempre que possível, arruma uma briga, seja na rua ou em casa. Acionada a polícia, o argumento é o mesmo: “Foi a cachaça”. Quando não bebe, arruma confusão do mesmo jeito. Depois que sofre uma agressão, alega padecer de problemas psicológicos na iminência de que alguém compadeça-se de você.
Não muito diferente, é quando encontra-se ameaçado de ser levado a justiça. Logo, apresenta-se um atestado comprovando a sua “insanidade mental”. Todavia, sabe-se perfeitamente que o “problema” em si não tem nada a ver com a bebida e, tão pouco, com esse “distúrbio psicológico”.
Tudo isso pode ser definido em uma simples palavra: recalque.  Com receio de admitir a sua impotência, encouraça-se nessa revolta toda, refugiando-se na bebida ou querendo brigar com alguém.
Você procura manifestar toda essa fúria que sente a fim de demonstrar a sua hegemonia sobre todos que te rodeiam. No entanto, sabe melhor do que ninguém que tudo isso é efêmero, pois os seus problemas não cessaram e vão continuar, caso não pretenda solucioná-los.
Pin It
Atualizado em: Ter 27 Dez 2016
  • Nenhum comentário encontrado

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222