person_outline



search
  • Sonetos
  • Postado em

SE-FOSSEM

Se teus olhos fossem rios,
Neles eu queria nadar.
Se teus braços fossem gaiolas,
Preso neles eu queria ficar.
Se tu aboca fosse um vulcão,
Como o fogo em combustão...
Nela eu queria me queimar.
Se teus cabelos fossem cordéis,
Com eles eu queria ser amarrado.
Se teus seios fossem alimentos,
Por eles eu queria ser alimentado.
Se tuas pernas fossem um moinho,
Como ração para passarinho...
Por elas eu queria ser amassado.
Se teu bumbum fosse uma duna de areia,
Nele eu queria deslizar.
Se tuas costas fosse uma estrada,
Nela eu queria caminhar.
Pra dirimir minha paixão,
Já que sem nenhuma ilusão,
Por ti fui me apaixonar.
Se teu ventre fosse uma cachoeira,
Por ela eu queria escorrer.
Se tuas mãos fosse uma prisão,
Nelas eu queria me esquecer.
É como uma estrela brilhante,
No azul do céu radiante,
Eu queria me perder.
É por isso que sou feliz,
Com os teus olhos de luar.
Com teus braços de gaiolas,
E tuas mãos de prisão a me cercar.
É como únicos no mundo,
Horas, minutos e segundos,
Vou viver só pra te amar.
Pin It
Atualizado em: Qui 3 Ago 2017
  • Nenhum comentário encontrado

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222