person_outline



search
  • Crônicas
  • Postado em

NOSTALGIA

Lembro-me dos gritos
Das folhas secas naquela manhã se outubro,
Tangidas pelo vento crepito
Sob as sombras dos velhos
E vergados pés de eucaliptos
Ainda pouco iluminados
Pelos primeiros raios do sol
Na marmorizada selva e pedras do planalto central.

Alguns pássaros tagarelantes
Também se atreviam aos galhos
De poucas folhas verdes,
Junto com o vento da manhã,
Num transitar louco
E gorjeios longos,
Mas deliciosos.

Com o olhar um pouco espantado,
Pude ver quando tu saias
Pelo portão do prédio
Do condomínio vou das aves,
Na direção do plano piloto
Da encantada Capital
Federativa do Brasil.

Eu queria tanto te dizer,
Mas não me ouve a voz
E até os muitos acenos que fiz,
Passaram despercebidos por ti
Que saiu ao passei matinal,
Da fria manhã de outubro
Do planalto central.
Pin It
Atualizado em: Qua 26 Jul 2017
  • Nenhum comentário encontrado

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222