person_outline



search
  • Ensaios
  • Postado em

SE SOUBERES COMO TE APRISIONAM, SABERÁS COMO SE LIBERTAR- PARTE 2

Breve comentário sobre pontos cruciais da fé cristã
   CONTINUAÇÃO DA PARTE 1
   É possível fazer ruir alguns pilares que fazem com que uma pessoa que uma vez foi fisgada para dentro de um sistema religioso fechado, permaneça lá dentro apesar de todas as evidencias provarem que estão no lugar errado ou fazendo a coisa de modo errado. Eu poderia resumir dizendo que tudo funciona baseado no medo e ganancia e encerraria o texto aqui, mas ficaria muito vago. Medo de ir pra o inferno ou vontade ficar rico ou ir para os céus. Mas nesse texto procurarei ser um pouco mais detalhista, considerando que pelo menos 90% do público que estará lendo esse texto já passou ou ainda passa pelos sintomas que irei descrever abaixo. Vejamos alguns desses pilares que podemos fazer ruir para uma libertação pessoal e voltamos ao nosso estado consciente sem medo, culpa ou revolta.
   SACRALIZAÇÃO DE TEMPLOS- Esse seria o pilar principal ou inicial a ser destruido. Apesar de todo cristão unanimemente concordar que deus não habita em templo feito por mão de homem, todos eles concordam ainda que de modo indireto, que não há como ser salvo sem estar filiado a um templo e que você pode até ser uma pessoa certa, justa ou honesta, mas se não tiver filiado a uma igreja, estar perdendo seu tempo e vai para o inferno do mesmo jeito, que o pior dos criminosos irá, segundo essa crença doentia. A grande prova que todos estão enganados é que existem centenas de igrejas e abre-se uma nova todo dia, e cada uma delas, tantos novas quantos as antigas afirmam serem as corretas e as demais erradas ou duvidosas. Se esse pilar fosse sólido, haveria apenas uma igreja e um mesmo estilo de rito a ser cumprido. Isso prova também que o deus cristão ou judeu não estar nem ai para o que dizem ou fazem em seu nome. Quem quiser que se lixe e no dia do juízo ele vai pegar a grande maioria, tanto os que enganou, quanto os que foram enganados, botar tudo num pacote só e tortura-los a vida inteira por um “erro” que ele mesmo vendo tudo poderia ter evitado e não evitou. Se tudo isso fosse verdade, ele seria o principal responsável pelo uso indevido de sua marca e comercialização da ingenuidade alheia. Difícil é dizer isso de um cara que ao mesmo tempo é criador, é juiz, é feitor, é carrasco e é galardoador ao mesmo tempo. Então, por isso cria-se a necessidade constante de adoração e sacrifícios constantes a esse ser irado para que não sejamos consumidos pela sua ira, ao invés de perdoados pelos seu amor. Em vias de dúvidas, melhor bajular alguém, do que enfrenta-lo de cara, principalmente quando não se sabe como ele é, já que ele nunca deu as caras.
  SACRALIZAÇÃO DE LÍDERES ECLESIASTICOS- Não se enganem: toda vez que alguém te convidar para “aceitar jesus” seja em que igreja for, é um convite indireto e disfarçado a se submeter as lideranças daquela igreja assim como tal pessoa que o convidou estar sujeito! É uma grande mentira achar que cristãos fiéis frequentadores de templo são ensinados a seguir a bíblia ou ao “senhor”. A menos que seja o senhor pastor, senhor padre, senhor bispo, senhor apóstolo, etc. Aceitar jesus e filiar-se a uma igreja já formada é o mesmo que jogar fora todos os seus conceitos, inteligência, vida, cultura, costumes, individualidade e tudo de bom que você possa ter, inclusive seu tempo e dinheiro, para obedecer cegamente àquele a quem dizem ser o “UNGIDO DO SENHOR” e detentor da verdade sobre deus. Nos primeiros dias eles podem até te tratar a pão de ló, mas basta os dias passarem, ou você fazer o primeiro questionamento para a mesma liderança dizer direta ou indiretamente e ele vai dizer que quando você chegou ali, aquele templo já existia, aquelas pessoas já estavam ali, e tudo já andava mesmo antes de você se quer ter intenção de se juntar aquele grupo e se não estiver gostando que caia fora! Alguns te dirão mesmo assim, com todas essas letras, na maior cara de pau e em público. O mesmo “ungido” que te recebeu de braços abertos, será o mesmo a te perseguir, te torturar, te humilhar e te expulsar daquele recinto caso você não se enquadre no perfil de ovelha muda ou gente sem cérebro. Todos eles construíram uma auto imagem de si mesmos que são semideuses e que jamais devem ser questionados em nada. Todo líder religioso segundo a crença geral é um intocável e suas palavras estão acima de quaisquer questionamentos. Não importa o que você tenha feito por uma igreja ou pelo seguimento religioso de modo geral, tudo será reduzido a nada se algum dia você questionar sua liderança o flagrando-o em algum delito, denunciá-lo ao seu superior ou a outros membros. Sua carreira de cristão acaba, o “amor de deus” em sua vida acaba e a partir de então você vira a personificação do demônio em forma humana, mesmo sem ter cometido nenhum “pecado”. Foi construído na cabeça de todos, que eles são uma elite que só podem ser corrigidos pelo próprio deus em pessoa no dia do juízo final com uma probabilidade de 99% de que serão salvos apesar de qualquer crime que tenha cometido, e os que foram prejudicados por eles serão condenados por não terem ser curvado a esse tipo de babaquice coletiva.
   Tudo será diferente se você tem muito dinheiro ou influencia. Nesses casos, ao invés de você se dobrar as lideranças, elas se dobrarão a ti em troca de tudo que você puder proporcionar a eles até o dia em que puderem extrair de ti alguma coisa. Depois disso você também será um imprestável e te descartarão de igual modo, como se descarta um papel higiênico sujo de mucosa nasal. Se tiveres poder ou influencia, você pode fazer da igreja uma verdadeira zona, seja zona eleitoral, ou outra zona que você estiver pensando. Procure um pouco na net e veja o quanto líderes religiosos se dobraram a homens “santos” pelo simples fato desses possuírem abundancia financeira ou de influência e o que aconteceu depois disso. A grande verdade é que não existe nenhum homem melhor que outro homem pelo simples fato de receber um título, seja ele qual for. Qualquer líder religioso não passa de um mero mortal igual a todos! Eles não devem ser temidos ou bajulados por aquilo que eles dizem ser. Estão blefando e mentindo para oprimir os tolos. São pessoas normais iguais a qualquer um. São as ações de um homem que fazem o seu caráter, e não um título ou um óleo barato jogado na cabeça deste. Estar mentindo e enganando qualquer liderança que se autoproclama superior ao grupo. Quanto mais crescemos em uma associação de pessoas, mais servos nos tornamos uns dos outros e não o contrário
   SACRALIZAÇÃO DAS TRADIÇÕES- Uma igreja cristã, não é nada mais que uma comunidade de pessoas que se juntam para cumprir tradições! Apenas isso! Algumas dessas tradições são datas comemorativas milenares, outras centenárias outras inventadas pelos próprios líderes mesmo que tenha poucos dias de inventada. Outras tradições das igrejas, são apenas rituais de outros povos quais as próprias igreja dizem ser pagãs e do demônio. O natal por exemplo é uma delas. A santa ceia é outra. O batismo é outra. Tudo tradições incorporadas de outras culturas, mas dita aos membros como se fosse original daquele grupo. Qualquer questionamento sobre os porquês disso ou daquilo e a resposta será sempre a mesma: quando você veio se juntar a nós isso já era feito desse modo, ou dirão: “estou apenas fazendo o que me ensinaram a fazer, o que significa ou para que serve, eu também não sei, quando eu cheguei já era assim” ... Muitas tradições bíblicas seguidas ainda hoje foram destinadas a um povo, numa ocasião em especial, sob circunstancias especiais mas assim mesmo muitos seguimentos cumprem ainda hoje tais tradições, mesmo não sendo judeu, filho sanguíneo de Abraão, grego, romano ou babilônico. Se pudéssemos destilar a fé cristã, poderíamos ter os seguintes resultados hoje: 5% judaísmo, 70% paganismo e 25% achismo individual de cada líder que assume um grupo, ou achismo coletivo da irmandade que este representa. Tudo isso eles sempre chamaram de “vontade de deus” ou “obra do senhor”, independente do seguimento que você frequente. Qualquer pessoa que foi convidado a aceitar jesus, estar sendo obrigado a aceitar tais linhas de raciocino também. Não tem como escapar. Jesus é apenas um pano de fundo usado para te empurrarem de goela abaixo centenas de outros “serviços” vendidos pela igreja. Uma igreja cristã estar pouco se lixando pra jesus, evangelho ou pratica do bem. Querem mesmo é seguir tradições sem sentidos e pronto. É isso que faz a igreja funcionar. Alguns ainda tem a vaga ilusão que é o espirito de deus que mantem a igreja funcionando. É normal até estudarem um pouco. Depois entenderão o que realmente mantem uma igreja a funcionar.
   SACRALIZAÇÃO DO BANAL- Tudo pode ser sacralizado no seguimento cristão: pedaços de madeira podem ser vendidos aos montões como sendo da cruz de cristo; ossos de animais podem ser vendidos como sendo os ossos dos santos apóstolos; um tufão embaçado numa janela de vidro logo vira atração turística e local sagrado de peregrinação; a face do cristo ou de sua virgem mãe podem ser vistos até nos lugares impensáveis como a parte final do reto canino ou na forma genital de uma mulher; lixo de construção qualquer vira lixo santo; água da torneira vira agua do Jordão após ser ungida; um lenço suado do apostolo vira objeto de cura, e até o esperma de um pastor sacana, vira remédio para o útero de uma irmã (desavergonhada), desesperada pela cura de doenças degenerativas. Se a lâmpada de Aladim realizava apenas 3 desejos, as orações do fieis realizam 3 milhões deles! Só não realiza o desejo de desejar ser racional!  Se realmente a sacralização de qualquer objeto comum fosse real, os fiéis não precisariam estar comprando diariamente cada bugiganga nova que a igreja lança como se aquela fosse a mais eficaz, nem tão pouco teriam de inventar a cada dia um novo roteiro de peregrinação e penitencia. Essa pratica é tão antiga quanto são os fundamentos do cristianismo romano. Os líderes religiosos de hoje estão apenas se valendo da ignorância do fiéis sobre o próprio passado da igreja. Aquilo pelo qual os lideres protestantes deram suas vidas para mudar séculos atrás, são eles mesmos, os líderes religiosos de hoje que estão introduzindo o mesmo mal já quase banido.
Esse texto foi dividido em 4 partes por ser muito longo. Para entendimento completo do meu raciocínio, se faz necessário a leitura da parte 1, 3 e 4, publicadas antes e depois dessa.
Pin It
Atualizado em: Seg 29 Mai 2017
  • Nenhum comentário encontrado

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222