person_outline



search
  • Sonetos
  • Postado em

"SONETO PARA LUCIANA"

Lá nos tempos idos de minha imaginação...

Tempos quando eu, infante do sol de esperança

Encontrei-me contigo, luciana criança,

Deleitei-me vislumbrado de tamanha punjança.

 

Lá nos tempos idos do meu  imenso coração

Convivemos uma bela partilha de vida

Em meio de sorrisos duma alma comovida

Eu fartei-me ao teu redor,luciana querida.

 

Era para mim, tempos de constantes alegria

Ouvir tua voz numa toada de melodia

Sem, rima sem metro,autêntica poesia

 

Pois que hoje, na partida que gera trauma

Carrego de te uma saudade bem calma:

Cativas um bom pedaço desta minha alma.


Pin It
Atualizado em: Ter 3 Abr 2012
  • Nenhum comentário encontrado

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222