person_outline



search
  • Poesias
  • Postado em

" RENEGADO"

Apaixonada, este teu rostinho encabulado

Tem dado- me a paz do homem amargurado

Fui arrastado e arrasado por um triste amor

Que foi tatídico, que não me compensou.

Por isso, apaixonado o poeta não pode ficar

É que amo- covardia  não é coisa de se doar,

Houve alguém sobreada, um belo dia...

Amou o poeta, não, não compensou-se com a poesia

Então o poeta que sereno vive a caminhar

Fez as malas e tristonho foi a batalhar.

O poeta na destilação dum grande alquimista

Não quis aquele temperamento sórdido, facista

Nas ilusões da vida, malogrado adormeceu

No escaninho de seus olhos reviveu.

Não? Eu não quero teu amor nem teu viver

Quero apenas no tempo de esmorecer

Ter tua sobra fulgurante a me guiar

Para que secretamente consiga me recuperar.


Pin It
Atualizado em: Ter 3 Abr 2012
  • Nenhum comentário encontrado

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222