person_outline



search
  • Poesias
  • Postado em

"RENÚNCIA"

Oh!  Meu corpo mutante...

Sempre amando,fugindo,esquecendo.

Sou uma cidade fria!

Tú tens os elos que acorrentam-me.

Sou teu escravo, tua propriedade.

Tenho cisma de partir...

Amar?...já não amo mais!

Amo enquanto tenho pensamento

O pensamento voa, o amor voa.

Mas...  Domei teus seios rijos,

Domei teu coração tresloucado.

Tua vida pertence- me:

Nem siquer compreendes

Que a centelha de meus olhos morreu?

Não ouves a lentidão do meu peito?

Um corpo entregaste-me,

Uma promessa, uma dúvida

Delíras? Desvario insano!

Liberdade... Preciso... É possível?

É este o preço de uma virgindade

Assaltada pelo desejo mútuo?

Houve troca,cambio de hálitos,

De carícias, risos, cansaço...

Não fui ousado nem mesquinho!

Houve época de retroceder,

Negar a condição humana!

Mas o desejo foi maior,

Desatamos um sonho futuro.

Foi gostoso, saboroso, inesquecível!

Mas veio a rotina...

O enjôo...

O adeus não correspondido!

A tentativa de destruir o corpo

E numca mais sentir desejo...

Um dia qualquer como os demais

Saio deste flagelo, viro incógnita.

Pode ser que mais tarde nos encontremos.

Eu: mais maduro,  mais experiente.

Você: mulher da...

 


Pin It
Atualizado em: Ter 3 Abr 2012
  • Nenhum comentário encontrado

Autores.com.br
Curitiba - PR
Fone: (41) 3342-5554
WhatsApp whatsapp (41) 99115-5222